ITAITUBA

Polícias Civil e Militar prendem associação criminosa que pretendia roubar bancos no Sul do Pará

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


A Polícia Civil desarticulou uma associação criminosa que pretendia roubar bancos em cidades do sul do Pará. Ao todo, sete pessoas – cinco homens e duas mulheres – foram presas, em Redenção, durante operação realizada por policiais civis e militares. A maioria dos presos tem passagem pela Polícia por envolvimento em roubos a bancos e a carros-fortes em cidades no Nordeste Brasileiro. Com os presos, foram apreendidos dois revólveres calibre 38 municiados, ferramentas usadas para arrombamentos e roupas camufladas.

Coordenada pela Superintendência Regional de Polícia Civil do Araguaia Paraense, com sede em Redenção, a ação policial contou com policiais civis do Núcleo de Apoio a Investigação (NAI), e policiais civis e militares de Redenção. Dentre os presos está um foragido da Justiça da cidade de Ourilândia do Norte, sudeste do Pará. Os presos foram identificados como Neyson Rodrigues da Silva, apontado como líder do grupo; Alexandre Dias Paes, 37 anos; Denis Silva Neves, 24 anos; Denísio Veloso Dias, 50 anos; Genival Ferreira Rabelo, 46 anos; e as mulheres Jordana Batista Queiroz, 25 anos, e Illana Ferreira de Oliveira, 26.

Conforme o delegado Antonio Miranda, titular da Polícia Civil em Redenção, o bando foi preso em uma casa situada perto do Terminal Rodoviário de Redenção. O local foi alugado por Neyson, a pouco mais de um mês, para servir de base para o grupo. Maior parte dos acusados é da região nordeste. Os presos vão responder pelos crimes previstos no artigo 288 (associação criminosa) e artigo 12, por porte ilegal de armas de fogo, com base no Estatuto do Desarmamento.

Fonte: http://facebook.com/plantao24horasnews com informações da ASCOM-PC

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS