ITAITUBA

‘Polvinhos’ auxiliam no desenvolvimento de bebês prematuros no Hospital do Sudeste

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


O Hospital Regional do Sudeste do Pará (HRSP), em Marabá, lança nesta sexta-feira (11), o projeto “Polvinho Amigo”, que irá contribuir para a recuperação dos recém-nascidos internados na Unidade Neonatal de Terapia Intensiva (UTI). A iniciativa consiste no uso de bonecos de crochê confeccionados por voluntários, no formato de polvos, que além de proporcionar mais conforto aos pequenos, auxiliam no desenvolvimento durante sua permanência na instituição.

A terapia é uma ferramenta de estimulação sensorial, tátil e visual, que contribui para o desenvolvimento neurocognitivo dos recém-nascidos. De acordo com a enfermeira do HRSP, Fernanda Miranda, responsável pela UTI Neonatal, os polvos de crochê fazem companhia para os bebês prematuros nas incubadoras, onde os tentáculos remetem ao útero materno, se assemelhando ao cordão umbilical.

“O polvo de crochê e feito de fio 100% algodão, totalmente higienizado. Ele tem a função de acalmar os recém-nascidos, ajudando a normalizar a respiração e os batimentos cardíacos. É um presente de Natal antecipado para os nossos prematuros” – Fernanda Miranda, enfermeira do HRSP.

Segundo Flavia Fernandes, analista de humanização do HRSP, a iniciativa realizada pela Pastoral de Saúde e Comissão de Humanização, vem sendo elaborada desde o início do ano, porém, devido a pandemia da Covid-19, precisou passar por adaptações para garantir a segurança dos bebês internados, seguindo todas as recomendações de higienização da Organização Mundial de Saúde (OMS).

“É um projeto que temos muito orgulho de realizar, pois traz uma humanização lúdica ao prematuro e à família. Quando os bebês tiverem alta, irão levar para suas casas o polvo, contribuindo assim com a sua adaptação fora do ambiente hospitalar” explica Flávia.

UTI Neonatal

A UTI Neonatal do HRSP possui nove leitos de internação para recém-nascidos. A unidade é referência regional para gestações de alto risco, sendo uma das mais bem equipadas do interior do Estado.

O serviço neonatal do HRSP conta com aproximadamente 40 profissionais da saúde, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fonoaudiólogo e fisioterapeutas, que se revezam 24 horas por dia, para cuidar dos prematuros. O espaço também conta com um quarto confortável para as mães que desejarem acompanhar seus filhos durante toda internação.

O Hospital Regional do Sudeste do Pará é uma unidade do governo do Estado que presta atendimento 100% gratuito pelo SUS (Sistema Único de Saúde), sendo referência para mais de 1 milhão de pessoas no Pará.

Fonte: Governo PA

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS