ITAITUBA

Prêmio Brasil Artesanal de Salame – Produtores do Paraná resgatam receita e histórias dos avós

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Brasília (17/12/2020) – O casal de produtores Ediney e Mayara Neis, do município de Catanduvas, no Paraná, foi criado com a presença constante dos avós italianos e alemães e com isso aprendeu o gosto pela gastronomia.

“Desde muito cedo, ao redor do fogão a lenha, a gente matava galinha, colaborava com o fazer e assar dos pães no forno de barro, ajudava a carnear porco e fazia salame e codeguim (linguiça de origem italiana)”, afirmou Ediney.

Criados da mesma maneira, quando adultos Ediney e Mayara se encontraram, casaram e há um ano decidiram resgatar essas raízes culinárias. “Resgatamos as receitas e histórias dos nossos antepassados, ajustamos algumas técnicas e começamos a fabricar salames, copas e defumados, tudo muito artesanal”, disse o produtor.

O casal procurou o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR), antigo Iapar e Emater, para regularizar a charcutaria “Caravaggio” e desenvolver o projeto de construção da agroindústria dentro da propriedade.

“Hoje a gente produz no porão de casa, mas estamos na etapa de finalização do projeto da agroindústria. Não iniciamos a construção este ano em razão da pandemia e do financiamento. Estamos perto de realizar o nosso grande sonho.”, explicou Mayara.

O casal ficou sabendo do “Prêmio Brasil Artesanal 2020 – Charcutaria” promovido pelo Sistema CNA/Senar, em parceria com a Academia da Charcutaria, e resolveu inscrever o salaminho italiano, um de seus produtos. O embutido ficou em quinto lugar.

“Um dos objetivos de participar do Prêmio foi para saber se o nosso produto tinha potencial para investirmos na agroindústria. Deu muito certo. Foi ótimo ficar entre os cinco finalistas”, contou Mayara Neis.

O objetivo do Prêmio, realizado em parceria com a Academia da Charcutaria, foi reconhecer os produtores dos melhores salames artesanais do Brasil. A cerimônia de entrega do prêmio foi virtual e contou com a presença dos cinco finalistas e do presidente da CNA, João Martins.

“Tudo isso que aconteceu veio para agregar conhecimento e é aquela famosa frase: segue em frente que vale a pena”, concluiu o produtor Ediney.

O “Prêmio Brasil Artesanal 2020 – Charcutaria” é uma iniciativa do Programa de Alimentos Artesanais e Tradicionais do Sistema CNA/Senar, que oferece soluções e alternativas para pequenos e médios produtores rurais agregarem valor aos produtos.

Clique aqui para saber mais sobre o Programa.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil

Fonte: CNA Brasil

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo