ITAITUBA

Preso envolvido em tentativa de assalto seguida de baleamento de PM em Nazaré

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


A Seccional Urbana de São Brás vai ficar responsável em apurar a tentativa de assalto seguida de baleamento do cabo da Polícia Militar, Joelson da Silva e Souza. Um dos envolvidos foi preso e apresentado na unidade policial para ser autuado em flagrante pelo crime. O preso se identificou inicialmente com o nome falso de Leandro Ferreira da Silva, mas, durante as investigações, foi descoberto que o verdadeiro nome do preso é Leonardo Rafael Fernandes do Amaral, 20 anos. Com ele, uma pistola de calibre 380 foi apreendida.
Leonardo é condenado pela Justiça por crime de roubo e responde a três processos criminais por porte ilegal de arma, roubo qualificado e roubo com refém. Segundo o preso, existe um segundo envolvido no crime e que fugiu. O fato ocorreu em frente a um colégio particular na Avenida Gentil Bittencourt, esquina da Travessa Quintino Bocaiúva, bairro de Nazaré, em Belém. Segundo o delegado Guilherme Tavares, diretor da Seccional, Leandro e o comparsa pretendiam roubar uma caminhonete Hilux que estava estacionada em frente ao colégio particular. 
No momento da ação dos bandidos, o policial militar, que estava à paisana, reagiu ao assalto e trocou tiros com os bandidos. O cabo levou um tiro no abdômen, enquanto os assaltantes fugiram. O policial militar foi socorrido por populares e levado até o Pronto Socorro Municipal do Umarizal, na Travessa 14 de Março, onde está internado no bloco cirúrgico.
Conforme o delegado, o carro não foi roubado. Após o crime, policiais civis e militares passaram a fazer buscas aos assaltantes, até chegar ao paradeiro de Leandro que foi abordado na Avenida Nazaré, perto da Travessa 14 de Março, dentro de um carro SW cor branca, que havia sido roubada logo após o crime. Com ele, a arma de fogo foi apreendida. Conforme o delegado, outros diligências será realizadas para identificar e prender o segundo envolvido no crime.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS