ITAITUBA

Programa da PM oferece atendimento médico a militares e dependentes na região oeste

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Policiais militares que atuam nas unidades do Comando de Policiamento Regional I (CPR I), responsável pelas ações de segurança na Região de Integração Baixo Amazonas, no oeste do Pará, bem como seus dependentes e familiares, receberam, no período de 23 a 27 de novembro, vários atendimentos oferecidos pelo Programa Itinerante de Atenção à Saúde do Policial Militar (PASPM).

A equipe multidisciplinar, formada por médicos, nutricionistas, psicólogos, fisioterapeutas, odontólogos, assistentes sociais, enfermeiros, técnicos de enfermagem e educadores físicos, além de representantes da Capelania e do Funsau (Fundo de Saúde) da Polícia Militar, estiveram nos municípios de Santarém, Óbidos, Oriximiná e Monte Alegre oferecendo atendimento biopsicossocial para os agentes que atuam nestes municípios e em outras localidades da região.

Foi a primeira vez que o programa, que atende militares da capital e do interior do Estado, foi levado ao oeste paraense. A ação contou com apoio de militares da Unidade Sanitária de Área VI (USA VI) e do recém-inaugurado Núcleo de Apoio Psicológico I (NAP I), do Comando de Policiamento Regional I. Foram realizados cerca de 400 atendimentos.

A coordenadora do PASPM, major Ana Carolina de Miranda, disse que foi realizado um grande esforço pelo Alto Comando da PM e dos comandantes das unidades visitadas para que o programa pudesse alcançar os militares da região. “Não medimos dificuldades para chegar à região e oferecer para os militares do CPR I os atendimentos do programa, que já visitou todas as regiões do Estado. Contudo, mesmo com as dificuldades impostas pelas distâncias que tivemos que percorrer e as restrições relativas ao combate à pandemia do novo coronavírus, era de suma importância que os militares deste CPR tivessem acesso aos mesmos atendimentos ofertados no restante do Estado”, disse a oficial.

Parcerias – Outro fator que contribuiu para o êxito da ação foram as parcerias estabelecidas pelas unidades com instituições de saúde da região, públicas e privadas, como as secretarias Municipais de Saúde de Óbidos, Oriximiná e Monte Alegre, que cederam instalações físicas, teste rápido para Covid-19, Sífilis, HIV, aferição da pressão arterial e glicemia, além de agentes de saúde que reforçaram a equipe da PM.

“Durante todo o ano de 2020, que podemos considerar um ano extremamente diferenciado por conta da pandemia do novo coronavírus, recebemos o apoio policial, principalmente para combater as aglomerações. Essa ação nos permite retribuir essa ajuda, e a Secretaria Municipal de Saúde não poderia deixar de contribuir com esta ação, que evidencia todo um cuidado com quem está na linha de frente da segurança pública”, frisou a secretária municipal de Saúde de Oriximiná, Natália Rodrigues da Silva.

Para a coordenadora da Unidade Básica de Saúde localizada no bairro Penta, em Oriximiná, Thamires Feijão Lima, a ação ajudou a suprir carências encontradas na rede municipal de saúde da região. “Esta ação é fundamental porque, muitas vezes, eles não conseguem esse primeiro atendimento. Ficamos muito contentes em poder contribuir e afirmar que, durante o ano todo, estamos disponíveis para ajudar sempre que for necessário”, reiterou a coordenadora. (Texto: Edson Costa).

Fonte: Governo PA

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo