ITAITUBA

Programa da Uepa ultrapassa 600 atendimentos a pessoas com sequelas da Covid-19

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


O Programa de Atenção Integral à Saúde de Pacientes Pós-Covid-19, da Universidade do Estado do Pará (Uepa), já atendeu 618 pessoas que apresentaram lesões e sequelas da doença causada pelo novo coronavírus. Lançado em julho, o programa visa realizar o atendimento integral de pacientes, enfatizando a assistência à saúde das pessoas, produção de conhecimento científico e formação de recursos humanos.

A iniciativa conta com uma equipe multiprofissional, composta por professores, alunos e profissionais da saúde, tendo como objetivo avaliar os diversos impactos da doença no organismo dos pacientes, bem como acompanhar e reabilitar pessoas que ficaram com lesões e sequelas. “Com a reabilitação cardiorrespiratória e muscular estamos observando no dia a dia melhora de sintomas, como falta de ar, fadiga muscular e dores articulares. Estamos observando também melhora do quadro de paladar e olfato”, informa o professor Fábio Falcão, fisioterapeuta e coordenador do Programa.

Desde que foi lançado, o Programa já cadastrou 5.189 pessoas por meio do WhatsApp (91) 98118-2421. Os cadastros são abertos em períodos regulares, geralmente uma vez por mês. Em dezembro, podem ser realizadas até esta quarta-feira (23), e em janeiro de 2021, entre os dias 4 e 8. Os pacientes são chamados de forma gradual para iniciar o acompanhamento.

Após o registro pelo aplicativo, a equipe faz a triagem via contato telefônico com os pacientes cadastrados, e obtém mais detalhes clínicos, o que permite alocá-los para avaliação, dependendo da necessidade. A avaliação presencial dos pacientes triados e o encaminhamento aos diferentes serviços é outra etapa do Programa.

Reabilitação – “Os serviços ofertados são reabilitação respiratória e muscular, atendimentos médicos (clínica médica, nefrologia, reumatologia, neurologia, dermatologia e hematologia), reabilitação do olfato e paladar, além de exames laboratoriais e de tomografia computadorizada de tórax”, detalha o coordenador.

A proposta é atender em torno de 35 pessoas por dia, com o propósito de auxiliar e contribuir para recuperação dos pacientes. Aos selecionados, serão exigidos presencialmente, durante a avaliação, os seguintes documentos: RG, CPF, comprovante de residência e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

A iniciativa conta com uma equipe multiprofissional, composta por professores, alunos e profissionais da saúde, tendo como objetivo avaliar os diversos impactos da doença no organismo dos pacientes, bem como acompanhar e reabilitar pessoas que ficaram com lesões e sequelas.

Serviço: Programa de Atenção Integral à Saúde de Pacientes Pós-Covid-19. Inscrições via WhatsApp (91) 98118-2421. Instagram @programaposcovid.

Os atendimentos ocorrem de segunda a quinta-feira, das 7 às 11 h, e das 13 às 17 h, na Unidade de Ensino e Assistência em Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Ueafto/CER III), localizada no Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), o Campus II da Uepa, em Belém.

Fonte: Governo PA

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS