ITAITUBA

Promotoria acompanha processo de contratação para o Hospital Regional do Tapajós.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


A promotoria de Justiça do Consumidor, em Itaituba, recebeu representação com pedido de providências em face do Instituto Panamericano de Gestão – IPG, Organização Social que gerencia e operacionaliza o Hospital Regional do Tapajós, em razão de supostas irregularidades no processo seletivo simplificado (PSS) para contratação de pessoal para o hospital. 

Hospital Regional do Tapajós 

O IPG informou à promotora de Justiça Mariana Sousa Cavaleiro de Macêdo Dantas, que o processo ainda não está encerrado, e que o prazo para recursos dos candidatos termina nesta terça-feira (2/06). Por meio desse mecanismo, os candidatos insatisfeitos podem requerer a verificação das irregularidades apontadas, e caso sinta-se prejudicado ou entender que houve irregularidades no PSS, deve providenciar o recurso, pois se trata de demanda de caráter individual, que não está entre as atribuições do MPPA.

A promotoria determinou a notificação de todos os requerentes vinculados ao procedimento, para que tomem ciência da resposta do IPG e do prazo do recurso, para que adotem as providências, sem perder o prazo que se encerra nesta terça-feira (2/06).

Destaca que a promotoria acompanha o caso e se forem observadas irregularidades que representem dano a coletividade, a legalidade ou aos demais princípios administrativos, entre outros, que sejam de atribuição do Ministério Público, serão devidamente apurados.

MPPA

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS