ITAITUBA

Relembre o projeto ‘Espinha de Peixe’ realizado em 2008 pelo 53° BIS, em Itaituba

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


A data 28 de Maio de 2008 indiscutivelmente ficou marcada na história do 53° Batalhão de Infantaria de Selva – BIS, em Itaituba, e também de seus militares integrantes do projeto “Espinha de Peixe”, pela sua representatividade e desafio, isto porque na referida data houve a realização da maior Infiltração Aquática da história do Batalhão.

Na oportunidade, cerca de 496 (quatrocentos e noventa e seis) militares, todos armados e com os respectivos fardos de combate, se lançaram ao grande desafio e infiltraram-se pelas águas do Verde rio Tapajós culminando na formação de uma extensa e sincronizada “Espinha de Peixe”. 

Espinha de peixe formada por 496 militares do 53° BIS Itaituba. Foto: Arquivo

Decursando em uma distância de aproximadamente 1.500 metros, eles partiram da seção fluvial até os portos existentes ao longo da estrada do Batalhão localizado às margens do Verde rio Tapajós. 


O projeto desenvolveu doutrinas de emprego e técnicas de infiltração fluvial e terrestre.

Contingente de militares integrantes do projeto: Foto: Arquivo 53° BIS.

Em antecedência à sua realização, era 1996 quando a Subunidade de Operações (SUOPES) do 53° BIS, realizava mensalmente uma marcha de 3 horas terminando-a com uma pernoite na base de selva do batalhão. Com intuito de aprimorar a técnica da espinha de peixe, passou-se a todo o efetivo da SUOPES tal missão.

Com esta proposta de aprimoramento, culminou-se no deslocamento de 120 homens da base da selva ao 53° Tapajós, onde colocaram em prática o projeto que doze anos depois, em 2008, seria o maior já executado da história. 


Confira algumas fotos da ocasião

Foto: Arquivo 53° BIS
Foto: Arquivo 53° BIS
Foto: Arquivo 53° BIS
Foto: Arquivo 53° BIS
Foto: Arquivo 53° BIS


Plantão 24horas News


COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo