ITAITUBA

Revoltado, pai Itaitubense faz desabafo e reclama da falta de leito hospitalar em Santarém

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Warlisom Renne, morador do bairro Bom Jardim, em Itaituba, usou as redes sociais para desabafar sobre uma situação que lhe deixou um tanto quanto revoltado e aflito frente ao serviço no âmbito da saúde pública na região, disponibilizado à população.

Fato é que, o filho, Kened Wendel, de apenas 4 anos, que sempre foi saudável, começou a apresentar sintomas atípicos, como sonolência, manchas pelo corpo e fraquezas.

Diante disso, após uma série de exames, ele foi diagnosticado com Leucemia, um tipo de câncer no sangue. Tendo em vista que em Itaituba ainda não há tratamento para a doença, ele teve que ser transferido via TFD (Tratamento fora de domicílio), para o hospital Municipal de Santarém a cerca de 12 dias. 

Kened Wendel, 4 anos. Fotos: Acervo pessoal
No entanto, em razão de que a doença demanda o início de um tratamento especializado o quão logo, a criança precisou, teoricamente, de transferência para o hospital Regional do Baixo Amazonas – HRBA, todavia, não foi possível porque não havia leito disponível. 

“Nós ainda estamos tentando colocar o pé no chão mas tá difícil. Se em Itaituba o regional estivesse funcionando, era diferente. Pelo menos a gente estava em casa, não tinha toda essa correria”, destacou Warlissom. 

Desde então, o pai veio lutando para que se conseguisse um leito hospitalar para o filho no HRBA, mas até a manhã desta sexta-feira (21), não consegui-se. Já nesta tarde, a criança começou a apresentar instabilidade no quadro de saúde e acabou passando mal tendo que retornar ao hospital Municipal para atendimentos médicos. 

A revolta do pai foi compartilhado por ele próprio nas redes sociais e repercutiu celeremente. Pessoas inconformadas com a situação da saúde na região, mesmo com uma moderna estrutura que tem o hospital Regional do Tapajós – HRT, em Itaituba, inaugurado há mais de um mês, deixaram mensagens de apoio e também de revolta.  

Publicação feita por Warlisson após receber a notícia de que o filho seria transferido para Belém. 

No final da tarde desta sexta-feira (21), em contato com o pai, ele contou que, após peleja e contribuição de uma equipe médica que se sensibilizou com o caso do pequeno Kened, o filho deve ser encaminhado ainda esta semana para a capital Belém. 


Plantão 24horas News 

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS