ITAITUBA

Rotatividade de leitos na UPA 24 horas tem sido eficaz para o fluxo de atendimento

Foto: Reprodução

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

“Iniciar o tratamento, transferir e promover altas” este é o objetivo principal da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas desde que passou a atender pacientes com a COVID-19. Nos últimos dias tem aumentado a quantidade de pacientes transferidos da Unidade para hospitais de alta complexidade e ainda para o Hospital de Campanha de Santarém. Por conta disso, a rotatividade dos leitos da UPA tem aumentado, possibilitando que novos pacientes sejam internados sem nenhuma dificuldade de disponibilidade de leitos.

Hoje, 16 de março, a Unidade tem 22 pacientes internados. Nos últimos 5 dias foram 48 pacientes transferidos. Desses, 36 para HCS e 12 para dois Hospitais de alta complexidade.

A abertura do Hospital de Campanha de Santarém (HCS), em 18 de fevereiro fez com que os números de transferências da UPA dos leitos clínicos aumentassem em 38,37 %. No total a Unidade já enviou 94 pacientes para o HCS, esse número de transferências possibilita que a equipe consiga ter ainda mais qualidade da assistência.

O Núcleo de Regulação Interna (NIR) da UPA tem atuado nos pedidos de transferências para os Hospitais referência. O sistema de regulação do estado é alimentado todos os dias com informações dos quadros clínicos dos pacientes que aguardam transferências. Além disso, o setor também é responsável por acionar o transporte para realizar o translado dos pacientes transferidos. A regulação do estado deslocou uma equipe temporariamente para, em parceria com o NIR, direcionar melhor os fluxos de transferências. Alguns servidores do setor de regulação da Secretaria Municipal de Saúde também estão atuantes nessa força tarefa de manter a UPA desafogada.

“A nossa equipe multiprofissional está iniciando o tratamento dos pacientes internados com a COVID-19 e logo que chegam são informados que o tratamento deles deverá continuar em um Hospital de referência para doença. Nós somos portas abertas e essa rotatividade é fundamental. A nossa gestão tem sido incansável em busca o melhor atendimento aos usuários”, afirmou a diretora geral da Unidade, Christiani

Recuperação de pacientes

A UPA além de ser a referência no atendimento porta aberta para atendimento da COVID-19 no município de Santarém, também cumpre uma importante função, que é a recuperação desses pacientes. Sendo assim, tem conseguido promover transferências e também altas.

Todos os pacientes internados na Unidade recebem o tratamento para os sintomas da COVID-19. Sendo esses, o uso de remédios, mas principalmente a oxigenioterapia, procedimento que tem sido importante na melhora do quadro clínico e assim a liberação do médico para o paciente ir para o lar.

No dia de hoje, 16 de março, dois pacientes puderam voltar para casa recuperados da COVID. Trata-se de M. dos A. R. S., 60 anos e Maria Selma Ferreira, de 65 anos.

Maria Selma Ferreira foi internada no último domingo e pôde retornar para casa nesta manhã. Ela é moradora da comunidade São José, do município de Óbidos, é mãe de 4 filhos e avó de 12 netos.

“Quando eu cheguei na UPA eu estava muito fraca, tomei o remédio e já senti uma melhora. Desse período que eu fiquei aqui eu não tenho do que reclamar, da comida até a limpeza, todos são muito cuidadosos, eu fui muito bem atendida”, disse ela emocionada.

Fonte: Plantão 24horas News

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo