ITAITUBA

Sacramenta em Belém: Polícia Civil prende acusado de matar marmoreiro durante assalto

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


A Polícia Civil prendeu em flagrante, nesta sexta-feira, 24, no bairro da Sacramenta, em Belém, Manuel Junior Antunes Diniz, de apelido “Bilo”, que foi reconhecido como autor da morte do marmorista Antonio Dutra Carvalho, 62. O crime se registrou no final da manhã de ontem, 23, na Avenida Pedro Álvares Cabral, com Passagem Mucajá, na Sacramenta, em frente ao estabelecimento comercial “Dutra Mármores e Granitos”, de propriedade da vítima. Segundo testemunhas, o acusado anunciou o assalto e atirou na vítima, porque a vítima teria reagido ao crime.
Em interrogatório, o preso confessou ter atirado na vítima, mas alegou que o crime foi passional. O depoimento foi presidido pelo delegado Sinélio Menezes, na Seccional da Sacramenta. O diretor da Seccional, delegado Alberto Teixeira, detalha que o acusado foi preso durante diligências realizadas pelos policiais civis da unidade policial, que levantaram informações sobre o autor do crime, conseguiram identificá-lo e o localizaram durante as investigações. O acusado foi identificado por meio de imagens de câmera de segurança. A arma do crime não foi encontrada.
A versão apresentada pelo acusado não convenceu ao delegado, que acredita que Manuel inventou essa alegação para minimizar o crime. Assim, foi lavrada a prisão em flagrante por crime de latrocínio – roubo seguido de morte – com base nos relatos de testemunhas que afirmam terem presenciado o acusado anunciar o assalto no momento da chegada da vítima ao estabelecimento. O marmoreiro ainda chegou a ser socorrido até o Pronto Socorro Municipal do Umarizal, mas não resistiu aos disparos.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS