ITAITUBA

Santarém (PA): idoso de 105 anos participa da ‘Cabine do Amor’ do HCS

Foto: Ascom do Hospital de Campanha de Santarém.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Abraço é um ato que vai muito além do contato físico. Muitas vezes é a maior forma de expressão de bons sentimentos entre as pessoas. Para a grande maioria, independente do tempo que se passe, o abraço nunca perde a essência e em tempo de pandemia, se tornou um tipo de toque no corpo que “vale ouro”. No entanto, para quem tem 105 anos, como o paciente Augusto Menezes, é algo ainda mais grandioso para os envolvidos, pois esse gesto é considerado uma verdadeira declaração de amor. Essa declaração veio da família na manhã de hoje, 5 de maio, através do projeto “Cabine do Amor”, realizado no Hospital de Campanha de Santarém (HCS).

O centenário, que deu entrada na Unidade no dia 27 de abril, foi conduzido pela equipe até a cabine, sentado em uma cadeira de rodas. O idoso levantou com o auxílio da equipe e recebeu abraços cheios de aconchego e declarações amorosas dos filhos, Maria Eliete Sales (61) e Carlos Augusto Sales (60).

Foto: : Ascom do Hospital de Campanha de Santarém.

O filho relata que o pai sempre foi muito ativo e lúcido.  ‘Em casa ele só para na hora de ir dormir, passa o dia lendo, escrevendo. Como ele já foi pedreiro, adora desenhar tijolos e fica irritado quando ficamos interrompendo a atividade para chamá-lo para comer’, contou.

Para a ocasião, duas pessoas foram autorizadas a participar da “Cabine”, no entanto a equipe entendeu que, por se tratar de um paciente diferenciado por causa da idade, foi permitido mais três familiares assistirem a cena. Um momento carregado de emoção demonstrada pelas lágrimas de alegria de todos os envolvidos, que ao verem Seu Augusto com quadro clínico estável, tiveram a esperança de que em breve o idoso poderia ir para casa recuperado da Covid-19. “Eu amo todos” disse ele.

O patriarca da família tem 11 filhos, 38 netos e 50 bisnetos. Viúvo há 16 anos, o pedreiro aposentado faz questão de participar da vida dos entes queridos. “O papai é tudo na nossa vida, ele é nosso pilar”, disse a filha Maria.

Sobre o projeto

A “Cabine” já possibilitou 46 abraços entre pacientes e duas pessoas da família.

Através do simples ato de envolver alguém com os braços e trazer para perto do peito, pacientes e familiares tem sentimentos capazes de acelerar na recuperação de quem está tratamento e foi pensando nisso que a equipe multiprofissional do Hospital de Campanha de Santarém (HCS) lançou hoje no dia 18 de março, o projeto da “Cabine do Amor”. Esse projeto só é permitido para pacientes com quadro clínico estável para o dia da ação. O abraço é separado apenas por um plástico e EPIs que dão a segurança necessária para os 5 minutos onde o amor transborda.

A “Cabine do Amor” nasceu da união de muitos profissionais que atuam no HCS.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS