ITAITUBA

Seca assusta quem passa de avião pela Volta Grande do Xingu

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Internautas registram de aeronave, seca impressionante na Volta Grande do Xingu, o rastro marrom das pedras do leito do rio podem ser vistas por um trajeto de pelo menos 100km, a rota de vôos que sai de Altamira sentido Belém passa exatamente nesta região, quem vê a atual situação do rio fica perplexo.

“Eu fiquei muito triste em ver nossas belezas naturais morrendo” disse uma internauta

Segundo Raimundo Abreu, do Instituto Nacional de Meteorologia – INMET, em entrevista recente ao G1 PA; O Xingu só vai começar a chegar a uma cota normal a partir do mês de fevereiro e março, quando as chuvas forem mais significativas nesta região da Amazônica brasileira.

A reportagem esclarece ainda que a seca no Rio Xingu está relacionada a estiagem na Região Amazônica que vem ocorrendo há um ano, segundo meteorologistas. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, nunca choveu tão pouco na Amazônia desde 2002. Na volta grande do Xingu fica a usina de Belo Monte, que desvia parte da água pra abastecer o reservatório da hidrelétrica.

Para a bióloga, a barragem da usina também contribui para a seca na região. Pelo que a gente já viu em quase um ano do fechamento do rio é que essa vazão não é suficiente pra manter a fauna aquática e o ecossistema, diz a bióloga Cristiane Carneiro.

Por: http://facebook.com/plantao24horasnews (com informações do G1)

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo