ITAITUBA

Secretaria de Turismo faz entrega do Prêmio Olavo de Lyra Maia

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


A Secretaria de Estado de Turismo (Setur) entregou, na tarde de quarta-feira (16), o Prêmio “Olavo de Lyra Maia” edição 2020. A vencedora foi Vitória Cecília Elsie Oliveira Dantas de Feitosa, na modalidade Resumo de Trabalhos de Conclusão de Curso de Graduação, Dissertação de Mestrado e Tese de Doutorado.

Com o trabalho “Patrimônio, Memória, Identidade e Turismo Cultural: Um estudo sobre o Memorial da Cabanagem, Belém/PA”, Vitória Cecília Feitosa recebeu uma placa condecorativa, um certificado de menção honrosa e a premiação em dinheiro (R$ 3 mil). Além disso, a monografia de TCC (trabalho de conclusão de curso) será publicada no site da Setur. Vitória Cecília diz que é muito importante para ela enquanto pesquisadora poder contribuir cientificamente para o crescimento do setor.

“Eu me sinto muito feliz, muito grata, com a sensação de dever comprido, sensação de estar no caminho certo. Era um desejo antigo participar do prêmio e ganhar, então, foi algo muito gratificante. Como pesquisadora da área do turismo, me sinto muito feliz por ver que a pesquisa é, realmente, relevante para a nossa área, contribui positivamente para difundir, para fomentar a nossa área”, afirma a turismóloga.

O secretário de Turismo do Pará, André Dias, destaca que o objetivo do Prêmio Olavo de Lyra Maia é estimular a produção de conhecimento científico sobre turismo na Amazônia. “A ideia é que as pessoas possam estudar cada vez mais o tema e que esse conhecimento possa ser aplicado e revertido para o desenvolvimento econômico da Amazônia através do turismo. Qualquer estudante, de qualquer área do conhecimento, pode fazer o seu trabalho científico dentro da área do turismo”, explica André Dias.

Sobre o trabalho, Vitória disse que a ideia de falar do Memorial da Cabanagem enquanto patrimônio cultural surgiu na graduação e foi desenvolvido envolvendo questões de identidade, memória, enquanto monumento e falando de todo potencial turístico que o Memorial da Cabanagem tem.

Para Vitória Cecília, o prêmio é uma iniciativa muito importante, pois é um incentivo para o estudante pesquisador. “A pesquisa ganha uma visibilidade maior, e isso é muito bom porque o pesquisador dá um retorno para a sociedade. Eu vi outras pessoas ganhando o prêmio e aquilo gerou um desejo de fazer um trabalho tão bom a ponto de conseguir ganhar a premiação (Olavo de Lyra Maia)”, conclui Vitória Cecília.

Este ano, a banca examinadora do trabalho foi composta por professores das universidades e institutos do Pará (UFPA, Uepa, Ufopa, IFPA e Unifesspa), professores da USP e técnicos da Secretaria.

Olavo de Lyra Maia fez grandes contribuições ao turismo paraense. Fundou a Companhia Paraense de Turismo (Paratur) e o Teatro Waldemar Henrique, contribuiu para a restauração do Theatro da Paz e do Palacete Bolonha e da construção da primeira metade do Mangueirão. Também foi Lyra Maia quem idealizou e construiu o Centur (Centro Cultural e Turístico do Pará), dentre outros.

Em nota, a família diz que o prêmio é uma grande e merecida homenagem a Olavo de Lyra Maia, que em cinco edições vem “premiando projetos nas áreas de Graduação, Pós-graduação e Iniciativas inovadoras na área de Turismo, marca registrada dos projetos e realizações do Secretário Lyra Maia durante sua gestão”. (Com a colaboração de Aila Beatriz Inete)

Fonte: Governo PA

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS