ITAITUBA

Secretário de Saúde Iamax Prado faz esclarecimentos sobre transferências de pacientes para Santarém

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Após vídeo polêmico intitulado “Expresso dá teu jeito Nélio”, divulgado por blog santareno, Iamax Prado contou detalhes sobre a parceria entre Itaituba e Santarém.
Um vídeo, feito por um blogueiro de Santarém, intitulado “Expresso dá teu jeito Nélio”, gerou polêmica em Itaituba. O vídeo fala da grande demanda de pacientes encaminhados de Itaituba para atendimento especializado no hospital municipal de Santarém. O vídeo também ironiza o alto investimento da prefeitura com asfalto, questionando se “asfalto é mais importante que a saúde do cidadão de Itaituba?”.
“Ele pega os pacientes dele, que ele que tinha que dá a assistência médica (…) por que ele recebe o mesmo dinheiro que o Nélio recebe aqui, com uma diferença, ele pega todos os pacientes dele lá e bota em um ônibus refrigerado, que ele pegou o dinheiro da saúde e comprou, e manda pra Santarém, para a casa de apoio que ele alugou aqui. O dinheiro que era pra ser gasto com a saúde ele pega lá e gasta com propaganda dizendo que tá fazendo asfalto, quer dizer que o asfalto é mais importante que a saúde do cidadão de Itaituba?(…)” diz parte de vídeo
Em resposta, o secretário de Saúde de Itaituba, Iamax Prado, fez esclarecimentos, em entrevista ao Blog do JK, de Santarém. Iamax disse que Itaituba tem um Plano de Pactuação Intergestor (PPI) com Santarém e também com a capital do estado, Belém, para garantir o atendimento quando não se tem suporte na cidade, com especialidades, exames, entre outras coisas. Com isso, anualmente um valor é depositado diretamente nas contas dessas prefeituras, diluído em 12 meses.
Outro ponto destacado pelo secretário foi o de que os pacientes só saem de Itaituba se tiverem regulados e liberados pelo município ou estado, “só cedemos a passagem e o direito de viajar quando consta no sistema a liberação para o paciente. Ninguém sai sem documentação, todos precisam estar regulamentados para iniciar qualquer tipo de procedimento”. Disse o secretário

Micro ônibus do TFD de Itaituba.

De 100% dos encaminhamentos, 65 são feitos através da rede ambulatorial (consultas, exames, cirurgias), já a rede de urgência e emergência o percentual é de 35%.
Fonte: Portal Giro com informações do blog do JK

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo