ITAITUBA

SECULT e Comitê Emergencial Cultural se reúnem e discutem projetos que serão apresentados perante a Lei Aldir Blanc

Reunião entre SECULT e Comitê Emergencial Cultural de Itaituba. Foto: Reprodução / TV Tapajoara.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Secretaria de Esporte, Cultura e Turismo de Itaituba (SECULT) e o Comitê Emergencial do município realizaram, na manhã da última segunda-feira (11), às 9h30, uma reunião para discutirem os projetos que serão apresentados dentro da Lei Federal Aldir Blanc (N° 14.017, de 29 de junho de 2020).

A lei prevê auxílio financeiro ao setor cultural do município de Itaituba. Desse modo, apoia e incentiva profissionais que fazem cultura; mas, com o advento da pandemia, tiveram impacto com as medidas estabelecidas pelo Ministério da Saúde, a fim de evitar a propagação viral.

“Nós estamos reunidos através desse incentivo que foi dado à cultura da Lei Aldir Blanc. Estamos acertando alguns detalhes, pois o prazo já está encerrando (é até dia 25). Nós temos que apresentar os projetos. Fazemos parte do comitê, que irá analisar todos os projetos. Então, a gente aproveitou, também, para parabenizar pela indicação da nova secretária; sabemos que ela vai somar muito com a gente. E nós estamos bastante empolgados. Só tenho a agradecer e esperamos que a cultura, o esporte e o turismo avancem”, disse Jhone Machado, do Comitê Emergencial.

Por meio da Lei Aldir Blanc, serão investidos mais de 0.5 milhões de reais para o município de Itaituba. No entanto, para obter a verba, os projetos têm que estar de acordo com as regras vigoradas. Além disso, devem ser enviados dentro do prazo – até o dia 25 deste mês.

Sueli Freitas de Aguiar, Secretária da SECULT, afirma que a secretaria está dando total incentivo e apoio aos profissionais.

“A pauta era conhecer o comitê, que representa os segmentos culturais, e falar sobre os projetos que, até o dia 25, precisam estar no sistema para que, no dia 27, a verba seja liberada a quem realmente está apto. Era uma reunião que precisava acontecer para a gente incentivar os nossos fazedores de cultura para finalizar os projetos. A gente gostaria que o máximo de projetos fossem contemplados com essa verba do Governo Federal […]”, destacou.

Para mais, faz o convite para as pessoas aproveitarem oportunidade e ressalta que quem tiver dúvidas quanto ao procedimento pode procurar a secretaria.

“Eu gostaria muito que as pessoas acreditassem nesse projetos interessassem em se cadastrar e que seus projetos possam estar aptos a receber. Se qualquer tipo de dúvida eles tiverem, peço que venha aqui”, finalizou Sueli.

Fonte: Plantão 24horas News, com informações do repórter Márcio Vieira.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS