ITAITUBA

Seduc realiza ação de atividade física em escolas da rede estadual de ensino 

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) tem realizado, duas vezes por semana, ações de esporte e lazer nas escolas estaduais, Marilda Nunes, no bairro do Benguí e na Barão de Igarapé-Miri, no bairro do Guamá, em Belém. O projeto faz parte da parceria com o Programa Territórios pela Paz (TerPaz) e tem o intuito de garantir às pessoas que se recuperaram da Covid-19, a melhoria da qualidade de vida, bem como outros benefícios que buscam o desenvolvimento das funções musculares, motoras, respiratórias, neurológicas e cognitivas, através da prática da atividade física para a comunidade escolar e da comunidade do entorno dos territórios do programa TerPaz. 

“Muitas dessas pessoas estavam no sedentarismo devido ao isolamento social, em decorrência da pandemia, e outras foram diagnosticadas com Covid-19 e ficaram com sequelas. O nosso intuito é que, através dessas atividades físicas, as pessoas possam melhorar sua qualidade de vida”, enfatizou a organizadora da ação e professora, Mílvia O’de Almeida. 

O projeto atende pessoas com idade entre 18 e superior a 60 anos, duas vezes por semana, respeitando todo o protocolo sanitário recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), como o distanciamento social durante os exercícios, uso de máscara e um número reduzido de pessoas que são divididos em turmas. 

Dona Valdenice Silva, tem 54 anos e há três semanas decidiu participar da ação e fazer os exercícios em busca da melhora na qualidade de vida e da sua saúde mental. 

“Encontrei esse projeto no momento que eu mais precisei, pois estava entrando em uma depressão, tive um diagnóstico de diabetes sério e me desesperei, até que uma amiga minha me falou do projeto, eu vim e gostei e melhorou muito a minha vida”, disse Valdenice.

Além de cuidar da sua saúde, a dona Valdenice, também incentivou sua filha Maria Eduarda Lobo, que estava com depressão, a participar do programa. 

“Vim por intermédio da minha mãe, que me inscreveu no programa e, desde então, minha qualidade de vida só tem melhorado. As pessoas precisam se movimentar”, disse Maria Eduarda Lobo. 

Agora, duas vezes por semana, mãe e filha fazem suas atividades físicas. 

A Seduc participa em todos sete territórios pela paz (Cabanagem, Terra Firme, Nova União, Guamá, Benguí, Icuí e Jurunas) como programa “Escola Aberta”, é quando a escola abre suas portas para a comunidade fazer usos de suas instalações para atendimento voltado à saúde, assistência social e profissionalização, em parceria com secretarias e órgãos do Estado para garantir a inclusão social. 

*Colaboração: Lucas Rocha*

Fonte: Governo PA

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo