ITAITUBA

Sejudh promove entrega de cestas básicas em Ananindeua e Marituba

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Na data em que se comemora o Dia Nacional de Combate à Pobreza, a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Pará entregou cestas básicas a mais de 100 mulheres em Ananindeua e Marituba, na Região Metropolitana de Belém (RMB), nesta segunda-feira (14). Os alimentos foram doados à Sejudh pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), e a cidade do Acará, no nordeste do Pará, também foi contemplada. 

Na semana passada, após a visita de representantes da Secretaria Especial da Mulher, pasta vinculada ao MMFDH, a Sejudh iniciou a distribuição das mais de duas mil cestas básicas para 10 municípios em diferentes regiões do Pará. A Coordenadoria de Integração de Políticas para as Mulheres (CIPM) é a responsável pela articulação e distribuição.

Marituba – Ao todo, 51 mulheres de diversos bairros de Marituba compareceram para receber os alimentos na Creche São Francisco, no bairro Nova União. Entre elas, a dona de casa Maria do Carmo Moraes foi uma das primeiras a chegar para garantir a ajuda. “Minha situação não está fácil e essa cesta veio justamente para um alívio no dia a dia”, comentou. 

Articuladora da distribuição dos mantimentos, em Marituba, a responsável pela Pastoral da Criança local, Wilma Alexandre, informou que a “ação envolveu dois grupos distintos, o Mocambo e o Grupo de Mulheres Solidário, em que mulheres foram selecionadas para receber as cestas de mantimentos.”

Moradoras da Cidade Nova, Curuçambá, Águas Brancas e Áurá, em Ananindeua, foram à sede do Rotary Clube para participar de uma grande ação social que contou também com as entregas das cestas básicas pela Sejudh. 

Violência de Gênero – A entrega das cestas de mantimentos é uma das ações incluídas nas atividades da Campanha dos 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, que este ano, por conta da pandemia discutiu a violência contra as mulheres durante o isolamento físico imposto pela Covid-19.

A coordenadora de Políticas de Integração para as Mulheres, da Sejudh, Márcia Jorge, falou às mulheres sobre os processos de violência. “A Lei Maria da Penha define quais são as formas de violência doméstica e familiar. A violência física, psicológica, sexual, patrimonial e moral”, afirmou. Na ocasião, Márcia Jorge falou ainda sobre os meios para denúncias de casos de violência.

Representando titular da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, Alberto Teixeira, a chefe de gabinete, Claudilene Maia, disse que a Sejudh está de portas abertas para o fortalecimento de políticas públicas em favor das mulheres. “Podem contar com a Secretaria para o incremento de políticas que realizam o empoderamento das mulheres”, destacou.

Nos próximos dias, cidades como Castanhal, Capanema e Quatipuru estão na rota de entrega dos mantimentos.

Fonte: Governo PA

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS