ITAITUBA

Servidores assistem à aula magna do curso sobre intervenção rápida no cárcere

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Na manhã desta quarta-feira (2) ocorreu a aula magna para os alunos do I Curso de Intervenção Rápida em Recinto Carcerário (CIRRC) no Pará, abordando a evolução da doutrina de intervenção prisional. Realizado pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), em parceria com a Secretaria de Administração Penitenciária do Ceará (SAP/Ceará), o curso visa capacitar servidores públicos do Estado do Pará.

A aula teve como palestrante o policial civil do Distrito Federal Maiquel Anderson Cavalcante Mendes, bacharel em Direito, especialista em Gestão Pública e Intervenção e Gestão Prisional. Além de ter um vasto currículo em técnica operacional em recinto carcerário, o palestrante já foi secretário adjunto na Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) do Rio Grande do Norte, no período de 2017 a 2019, e fez diversos cursos na área policial e prisional.

Maiquel Anderson Cavalcante Mendes abordou na aula a doutrina de intervenção prisional, rotinas de procedimentos e solução de problemas nas unidades prisionais, explicando de onde partiu a intervenção e tudo o que já foi feito no sistema prisional. A aula iniciou os treinamentos do curso.

O especialista na área relatou também várias experiências próprias e de outros sistemas penitenciários, ressaltando a importância da aula magna para o início do curso. “É importante para eles começarem a entender esse trabalho que está sendo realizado praticamente em todo o País. Vão entender sobre solução de crise, protocolos e rotinas dentro das unidades de segurança, envolvendo as disciplinas do próprio curso”, disse.

O agente penitenciário Thiago Nobre falou sobre suas expectativas para o curso. “A seleção exigiu bastante da gente. Observamos que o processo seletivo foi diferenciado. As expectativas são as melhores possíveis. Todos nós estávamos ansiosos para começar o curso pela questão da capacitação e qualificação que buscamos”, ressaltou.

Trabalho integrado – O titular da Seap, Jarbas Vasconcelos, destacou a importância da parceria com a SAP/CE e dos servidores para o bom funcionamento do sistema penitenciário paraense. “Nós realizamos diversas operações simultâneas: saúde, reinserção social, segurança e capacitação, como é o I CIRRC. Em trabalho conjunto, desenvolvemos o melhor para a dignidade da pessoa privada de liberdade e uma custódia de forma humanizada, tudo graças ao trabalho integrado. Agradecemos a presença mais uma vez aos profissionais do Ceará, que estão aqui para contribuir com a nossa gestão e capacitar ainda mais os nossos servidores”, disse o secretário. 

Foram selecionados 63 servidores para capacitação no CIRRC, sendo agentes penitenciários do Pará e de outros estados do Brasil, policiais militares e civis, Comando de Operações Penitenciárias (Cope), Corpo de Bombeiros, Forças Armadas e demais órgãos de segurança pública. Durante 18 dias os alunos selecionados ficarão sob o regime de internato, passando por treinamentos mais específicos e técnicos, próprios de grupos de operações especiais existentes no Brasil.

Fonte: Governo PA

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS