ITAITUBA

Trio é preso e dirigido ao presídio de Itaituba suspeito de homicídio em Castelo dos sonhos

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Na quinta-feira (10), uma operação deflagrada pela Delegacia de Polícia Civil de Castelo dos Sonhos, sob a coordenação do Delegado Francimar, com apoio da Delegacia Especializada de Conflitos Agrários de Santarém (DECA/STM), sob o comando do Delegado Fábio Amaral, resultou na prisão de três suspeitos de crime de homicídio motivado por conflito agrário.
Foto: Reprodução
De acordo com as investigações realizadas pela Polícia Judiciária Estadual, os presos: Raimundo Barros Cardoso, conhecido pela alcunha de “Dico”, que atualmente é presidente do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar (SINTRAF); Roberto Aparecido de Passos, que exerce a função de chefe do Departamento de Regularização Fundiária do Município de Novo Progresso; e Messias, vulgo “Nego”,  teriam tramado a morte do colono Antônio Rodrigues dos Santos, conhecido popularmente por “Bigode”.
Conforme a autoridade policial, um quarto suspeito encontra-se foragido. Trata-se de João Batista Braga Dias.
Na ação policial, também foram cumpridos mandados de busca e apreensão nas residências dos presos, com objetivo de apreender objetos e documentos que irão subsidiar o inquérito policial, corroborando na elucidação dos fatos.
Os presos foram encontrados dentro de uma área de mata. O trio foi encaminhado para o presídio de Itaituba.

 Agentes da Polícia Civil que participaram a operação que logrou êxito nas prisões

O Crime: A vítima teria sido morta no mês de maio de 2018, quando saiu para trabalhar em uma fazenda, e não retornou a residência. Segundo testemunhas, antes de desaparecer, Antonio teria realizado denúncias sobre a invasão do seu lote por terceiros, que estavam desmatando a área situada dentro do Assentamento Terra Nossa, no Distrito Castelo dos Sonhos, Município de Novo Progresso, oeste do Pará. O corpo ainda não foi localizado.

RG 15 / O Impacto

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS