segunda-feira, maio 20, 2024

Acusado de matar o empresário ‘Kazuza’ é condenado a 22 anos de prisão

O comparsa que foi apontado na época como ‘piloto de fuga’, identificado como Leônidos dos Santos Galúcio, foi absolvido por insuficiência de provas

Nesta sexta-feira (26), o Juiz de Direito Ib Tapajós condenou Marcos Alves da Silva, vulgo ‘Xitola’, a 22 anos e 6 meses de prisão. Ele é acusado de matar durante uma tentativa de assalto na bilheteria do Panterão, o empresário Claudio Cardoso da Silva, conhecido como ‘Kazuza’.

A Justiça negou a ‘Xitola’ o direito de recorrer em liberdade e ainda fixou a quantia de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) como valor mínimo para reparação dos danos morais causados à família da vítima.

Réu confesso
‘Xitola’ confessou o crime e narrou os detalhes da execução do latrocínio. Revelou que seu intuito era o de subtrair dinheiro em espécie, disponível na bilheteria do evento.

Na madrugada do dia 6 de novembro de 2023 foi até o local com uma arma de fogo e, não obtendo êxito em adentrar na bilheteria, efetuou os disparos que transfixaram a porta.

De acordo com as provas reunidas nos autos, um dos disparos atingiu de forma letal a vítima ‘Kazuza’ que morreu no local. O acusado fugiu sem levar nenhum valor e foi capturado tentando matar outra pessoa.

Fonte: O impacto

RELACIONADOS

Mais Visualizados