quinta-feira, fevereiro 29, 2024

Afya inaugura bibliotecas em UBS fluvial e escolas municipais no Pará

O projeto "Hora da Leitura - Salas de Leitura” é promovido pelo Instituto Oldemburg de Desenvolvimento e foi financiado pela Afya por meio da Lei Rouanet – Lei Federal de incentivo à Cultura.

Entre os dias 6 e 10 de novembro, a Afya inaugurou sete bibliotecas em espaços públicos abertas a toda a comunidade dos municípios de Abaetetuba e Cametá, no Pará. As primeiras inaugurações aconteceram na terça-feira, 7, nas Escolas Municipais de Ensino Fundamental Dinorá Tavares Gonçalves e Noêmia Martins da Silva, em Cametá. No município, a Afya é parceira do poder público e da sociedade local e quer contribuir para a mudança da realidade dos cidadãos e cidadãs cametaenses. Cametá será o quinto município paraense a receber uma faculdade de Medicina da Afya – a terceira por meio do Programa Mais Médicos II (o início das operações aguarda autorização do MEC).

Cada uma das bibliotecas conta com um acervo com mil livros que abrange as mais diversas áreas de interesse e segue critérios de diversidade com obras escritas por autores indígenas e que contam histórias de personalidades negras.

Foto: Reprodução/Afya

Em Abaetetuba, as bibliotecas inauguradas estão em escolas da rede municipal na cidade e, também, em comunidades ribeirinhas, onde o acesso acontece somente pelas águas dos rios Quianduba e Arumanduba. “Esta iniciativa viabilizada pela Afya exemplifica da melhor maneira a nossa proposta de valor quando levamos um curso de Medicina a um novo município, especialmente aqueles distantes de grandes centros. Nosso papel social vai além da oferta de ensino e formação de novas gerações de médicos e a fixação destes. O impacto positivo que geramos contribui efetivamente para o maior acesso à saúde e a melhoria da qualidade de vida e o bem-estar das comunidades do entorno”, destaca Cíntia Marin, diretora de Sustentabilidade da Afya.

UBS fluvial

Além das seis bibliotecas contempladas pelo projeto via Lei Rouanet, a Afya também acrescentou um sétimo espaço e montou a primeira sala de leitura itinerante do Brasil instalada em uma UBS fluvial, levando saúde e, agora leitura, rio abaixo e rio acima, às populações ribeirinhas. Além dos livros, que poderão ser acessados pelos usuários que buscam por atendimento de saúde, o espaço também conta com uma brinquedoteca equipada com jogos educativos e materiais de desenho e pintura.

Foto: Reprodução/Afya

“Este é um momento de extrema felicidade para a Afya Abaetetuba, especialmente porque esta biblioteca vai poder levar os livros e o incentivo à leitura a ribeirinhos de 72 ilhas que formam o enorme arquipélago de Abaetetuba, no Baixo Tocantins. Esperamos que essas comunidades ribeirinhas desfrutem deste acervo para enxergar o mundo de formas diferentes e deem início a realização dos seus sonhos por meio da educação”, celebra Álvaro Pinto, diretor da Afya Faculdade de Ciências Médicas Abaetetuba.

Capacitação de agentes de leitura

Para que todas as bibliotecas funcionem com sucesso, nos meses de maio e junho, foram capacitados os agentes de leitura que vão atuar em cada uma das seis unidades. Em Abaetetuba, são 24 agentes para atuar nas quatro bibliotecas e 12 agentes atuando em duas unidades, em Cametá. Segundo o Instituto Oldemburg de Desenvolvimento, o objetivo da capacitação foi instrumentalizar os agentes para a gestão das bibliotecas, além de estimular a criatividade com oficinas de Vivências Literárias para eles possam desenvolver atividades lúdico-educativas de incentivo à leitura. Todos os agentes de leitura selecionados são voluntários das próprias comunidades ou professores e funcionários das escolas municipais.

SOBRE A AFYA

A Afya, maior hub de educação e soluções digitais para médicos no Brasil, é líder no ensino de medicina no Brasil e atualmente possui 3.163 vagas autorizadas pelo Ministério da Educação (MEC). O grupo conta com 32 Instituições de Ensino Superior, sendo 30 com curso de medicina, e 16 unidades de pós-graduação e educação continuada na área médica e de saúde, cobrindo todas as regiões do Brasil.

Única empresa que se relaciona com o médico em todas as etapas da carreira, a Afya tem o propósito de transformar a saúde com quem tem a medicina como vocação, sendo pioneira na adoção de práticas digitais voltadas para a aprendizagem contínua e suporte ao exercício da medicina. A empresa inova no mercado a partir de 2020 com a construção de um portfólio robusto e diversificado que facilita o dia a dia da prática clínica com soluções como o Afya Whitebook, Afya iClinic, Afya Papers, entre outras.

Atualmente, um em cada 3 médicos e estudantes de medicina do país utiliza pelo menos uma solução digital da Afya. São quase 300 mil usuários ativos impactando a vida de milhões de brasileiros ao ano por meio de atendimentos com suporte da tecnologia. Se cada um deles atender, em média, 5 pacientes por dia, 20 dias no mês, são 360 milhões de pacientes atendidos.

Há 24 anos formando médicos em cidades de pequeno e médio porte pelo país​, o propósito da Afya é transformar a saúde em conjunto com quem tem a medicina como vocação​. Em 2022, foram realizados quase meio milhão de atendimentos gratuitos de medicina, saúde e outras áreas do conhecimento às comunidades de entorno dos campi​ com o apoio de 662 parcerias para cenários de prática (graduação e pós-graduação).

Em julho de 2019, a Afya foi a primeira empresa de educação médica do mundo a abrir capital na Nasdaq. A bolsa americana foi escolhida pelo alinhamento daquele mercado e das outras empresas lá listadas com o trinômio medicina & educação & saúde.

Fonte: Plantão 24horas News – Afya

RELACIONADOS

Mais Visualizados