segunda-feira, maio 27, 2024

Cerimônia marca a troca de comando do 53º Batalhão de Infantaria de Selva

Ocorreu, na noite desta terça-feira (11), a cerimônia de troca de comando do 53º Batalhão de Infantaria e Selva (53º BIS). Após dois anos a frente da entidade, o Tenente-coronel Tibério Lira transfere a titularidade para o Tenente-coronel Cristhian Sousa.

Lira assumiu o comando do 53º BIS no ano 2020 e permaneceu na patente até o final de 2021.  No entanto, ele já havia passado pelo órgão entre os anos 2006 e 2008, quando foi nomeado comandante de companhia.

Desfile. Foto: Reprodução/Mauro Torres.

Durante a sua gestão, Lira planejou executar diversas ações à comunidade, porém algumas foi interceptada em decorrência da pandemia de coronavírus. “… Foram dois anos de diversas atividades diversas operações. Sobressaiu o apoio à comunidade local’ em combate a pandemia de COVID-19”, disse.

“Nós tivemos a Verde-Brasil, de combate ao desmatamento. Tivemos a Operação Sumaúma, que é uma continuação da Verde-Brasil 2”, complementou.

Lira e o general. Foto: Reprodução/Mauro Torres.

Para ele, é muito gratificante poder ter retornado a Itaituba e assumir o cargo superior de uma entidade da qual já havia sido membro. “É muito gratificante retornar ao batalhão, 12 anos após ser comandante de companhia”.

“Naquela época e agora, o 53º BIS sempre estará na minha memória, no meu coração. Aqui foi a unidade onde eu passei mais tempo. O sentimento é de missão cumprida e de gratidão a todos”, finalizou.

Agora, Lira irá assumir uma nova missão na Capital Brasília (DF), repassando a gestão ao Tenente-coronel Cristhian Sousa, que também já passou por Itaituba. Cristhian ressalta que é uma imensa satisfação estar à frente do órgão. Ele afirma que um dos seus planos é continuar integrando a entidade com a comunidade.

Tenente-coronel Cristhian Sousa. Foto: Reprodução/Mauro Torres.

“Essa é a terceira vez que eu volto à cidade de Itaituba. Agora, para comandar o 53º BIS, unidade operacional tradicional na nossa cidade. É uma imensa satisfação retornar como comandante […]”.

“[…] nosso objetivo é integrar cada vez mais o 53º BIS à sociedade Itaitubense e manter as relações institucionais, de forma que a gente traga a sociedade para dentro do quartel e mostre o trabalho realizado, como sempre foi feito junto à sociedade itaitubense”, complementou.

Fonte: Plantão 24horas News.

RELACIONADOS

Mais Visualizados