quinta-feira, maio 23, 2024

Governo instala base fixa em Uruará, ampliando o alcance da Operação Curupira

O combate a crimes ambientais é intensificado no Oeste do Pará com mais uma base fixa de fiscalização e atuação integrada

O Governo do Pará implantou na manhã deste sábado (25) mais uma base fixa de fiscalização e combate a crimes ambientais, a Base Uruará. A ação faz parte da Operação “Curupira”, coordenada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) e Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), juntamente com os demais órgãos do Sistema de Segurança do Estado e Órgãos de Fiscalização. A iniciativa integrada foi desencadeada a partir do decreto governamental que fortalece a presença do Estado em regiões identificadas como áreas críticas para crimes ambientais.

“Estamos atuando nas regiões onde os crimes ambientais acontecem de forma mais acentuada, para que possamos desarticular as organizações criminosas que se beneficiam de práticas que afetam o meio ambiente. Já estamos com a ‘Operação Curupira’ em andamento desde o dia 15 de fevereiro, com nossa primeira base fixa já instalada no município de São Félix do Xingu. Essa segunda base faz parte do planejamento, e tem o intuito de cobrir as regiões mais comprometidas, avançando com as ações de combate aos crimes ambientais, pelo território paraense”, informou o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado.

A implantação da Base Uruará faz parte da segunda fase da “Operação Curupirá”, que envolve mais de 60 agentes de segurança. Técnicos da Semas iniciaram os trabalhos no município de Uruará, com o objetivo de fiscalizar e atuar na prevenção de crimes ambientais, com ênfase na diminuição do desmatamento da floresta amazônica na região.

Foto: Ascom SEGUP

Alinhamento – As equipes de gestores e coordenadores das ações que serão realizadas em Uruará participaram de uma reunião de alinhamento, e depois seguiram para as atividades iniciadas em uma das rodovias que cortam a região, onde se encontra um dos maiores focos de desmatamento, a Rodovia PA-370, mais conhecida como Transuruará, que se interliga à rodovia federal BR-230 (Transamazônica).

“Reunimos com pontos focais da operação que vão atuar, também, aqui na região de Uruará, para que nossas equipes de segurança possam estar alinhadas no combate aos crimes ambientais. Já estamos com algumas áreas de desmatamento mapeadas, e vamos agir para coibir e inibir ações criminosas contra o meio ambiente. Nosso papel fundamental é na prevenção em novas áreas, para que estas possam se preservadas no enfrentamento ao desmatamento ilegal”, frisou o coordenador de Segurança Operacional da Segup, coronel  Ed-Lin.

Foto: Ascom SEGUP

Participam das ações as polícias Militar, Civil e Científica; Corpo de Bombeiros Militar; secretarias de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), da Fazenda (Sefa) e de Administração Penitenciária (Seap) e da Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará). O Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp), vinculado à Segup, é responsável pelo apoio às ações.

Fonte: Agência Pará

RELACIONADOS

Mais Visualizados