ITAITUBA

Governo quer dar R$ 1 mil a caminhoneiros e elevar auxílio Brasil para R$ 600

Foto: Agência Brasil

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

O Governo Federal quer aumentar o valor do Auxílio Brasil de R$ 400 para R$ 600, além de dobrar o valor do vale-gás, que hoje paga R$ 53 a cada dois meses e lançar o auxílio-caminhoneiro de R$ 1.000, para compensar a alta do diesel no Brasil, o vale combustível. Essas três ações possuem um custo total estimado de R$ 29 bilhões e estão sendo discutidas com os líderes dos partidos no Congresso.

A intenção é passar as mudanças por meio de uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição), juntamente com a proposta de estabelecimento de estado de emergência. Afinado com o governo de Jair Bolsonaro (PL), o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira, também já teria se comprometido a votar a PEC antes do recesso parlamentar.

A intenção do governo é adotar as três ações no lugar da proposta, já em tramitação no Congresso, que previa a compensação financeira aos estados que zerassem o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) dos combustíveis até o fim deste ano. A visão dentro do Ministério da Economia é de que, com a troca, não seria preciso depender dos governadores para conseguir novas reduções dos preços dos combustíveis na ponta final.

As informações foram divulgadas pela jornalista Carla Araújo, na coluna do UOL.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

RELACIONADAS

Conheça os maiores escândalos do futebol

O futebol é responsável por proporcionar sensações incríveis, bem como verdadeiros espetáculos. Porém de tempos em tempos somos surpreendidos com escândalos estarrecedores, como foi o