sábado, junho 22, 2024

Hospital Regional do Sudeste promove conscientização sobre câncer de colo de útero

O Instituto Nacional do Câncer estima que mais de 17 mil mulheres no Brasil serão diagnosticadas com a doença em cada ano do triênio 2023-2025

Em alusão ao Março Lilás, mês dedicado à conscientização sobre o câncer de colo de útero, o Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), realizou nesta segunda-feira (18), no município de Marabá, ações educativas para pacientes e profissionais da instituição. A campanha promoveu a prevenção da doença, alertando sobre os sintomas e a importância do diagnóstico precoce.

“O Março Lilás é um momento crucial para lembrarmos que o câncer de colo de útero é uma doença grave, mas que pode ser prevenida e curada se detectada precocemente. Por isso, incentivamos todas as mulheres a realizarem o exame preventivo regularmente”, destacou Flávio Marconsini, diretor Executivo do HRSP.

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), para cada ano do triênio 2023-2025 foram estimados 17.010 casos novos de câncer de colo de útero, o que representa uma taxa de incidência de cerca de 15 casos a cada 100 mil mulheres no País.
A médica Isabella Demes, que atua no Hospital, explicou que a doença é causada pela infecção pelo HPV (Papilomavírus Humano), sexualmente transmissível.

“Na maioria dos casos, a infecção não evolui para o câncer, mas pode levar a alterações celulares que, se não tratadas, podem resultar em um tumor. Os sintomas, como sangramento vaginal irregular, corrimento fétido e dor pélvica, geralmente se manifestam em estágios avançados da doença”, alertou.

Prevenção – A profissional também enfatizou as formas de prevenção da doença, que incluem o uso de preservativos nas relações sexuais, vacinação contra o HPV e a importância do diagnóstico precoce, que pode ser realizado pelo exame mais conhecido como Papanicolau.

O diretor Assistencial Alan Ferreira ressaltou a importância da participação ativa da equipe hospitalar em ações de conscientização. “Nossa missão vai além do tratamento das doenças. Devemos também educar a população sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce. Estamos comprometidos em oferecer um atendimento integral e humanizado aos nossos pacientes”, declarou.

Sensibilização – As ações educativas na unidade integram o Projeto “Saúde em Foco”, do Serviço de Humanização, que fornece informações à comunidade. O Serviço de Apoio e Diagnóstico Terapêutico (SADT) percorreu, com a equipe multiprofissional, corredores e unidades de internação, distribuindo informativos e levando esclarecimentos sobre o câncer de colo de útero aos usuários.

Joana Oliveira, moradora de Marabá, encaminhada para consulta com o neurocirurgião, aprovou a iniciativa: “É muito bom ver o Hospital preocupado não apenas com o tratamento, mas também com a prevenção de outras doenças. As palestras foram esclarecedoras e me incentivaram a cuidar melhor da minha saúde”, disse Joana.
Segundo Paula Rafaela, coordenadora de Atendimento de Exames e Consultas, “é fundamental que as mulheres estejam atentas aos sinais e sintomas do câncer de colo de útero e realizem o exame preventivo regularmente. A prevenção é a melhor forma de garantir a saúde e o bem-estar. Vale lembrar que o exame Papanicolau, que detecta o câncer de colo de útero em fase inicial, é gratuito e está disponível em todos os postos de saúde”.

O Hospital Regional do Sudeste pertence ao Governo do Pará, sendo gerenciado pelo Instituto de Saúde Social e Ambiental da Amazônia (ISSAA), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). É referência para procedimentos de média e alta complexidade para mais de 1 milhão de pessoas, em 22 municípios da região.

Fonte: Plantão 24horas News – Ascom/Hrsp

RELACIONADOS

Mais Visualizados