segunda-feira, maio 27, 2024

Polícia Civil de Altamira elucida assassinato de açougueiro

A Polícia Civil de Altamira elucidou o assassinato do açougueiro João Eduardo Rodrigues, de 66 anos, ocorrido no dia 2 de fevereiro. Quatro pessoas são suspeitas de envolvimento no crime de latrocínio. Uma delas é filha da vítima e outra é namorada da suspeita. Uma quantia de cerca de R$ 30 mil foi roubada.

O crime ocorreu por volta das 5h da manhã, quando o açougueiro João Rodrigues saia de casa para o trabalho e um homem armado apareceu na porta da residência, localizada na Rua Acesso 9, no Bairro Sudan I, e anunciou o que seria um assalto. Conduzido ao interior da casa, o açougueiro foi obrigado a entregar uma sacola onde estava a quantia de aproximadamente R$ 30 mil e o assalto resultou na morte do trabalhador. O suspeito disparou um tiro de arma de fogo na vítima, logo após pegar o dinheiro. João Eduardo morreu ao receber atendimento médico pouco tempo depois.

O delegado David Flávio, responsável pela Delegacia de Homicídios de Altamira, explica que foi a própria filha da vítima procurou a delegacia para informar que planejou o crime. “Seria um assalto, mas acabou resultando na morte da vítima”, cita o delegado.

Foto: Reprodução

Audiência de instrução

A audiência começou por volta das 9:30 da manhã desta quinta-feira (10). Pouco antes familiares e amigos de João Guilherme, se reuniram em frente ao fórum municipal para pedir por justiça.

A audiência aconteceu de maneira remota, os irmãos da vítima acompanharam a audiência no escritório do advogado, do lado de fora, familiares e amigos de João Guilherme aguardavam com cartazes a decisão da justiça.

Fonte: Plantão 24horas News

RELACIONADOS

Mais Visualizados