sábado, junho 22, 2024

Polícia Federal autuou o dono de um navio de carga, pelo transporte irregular de imigrantes

Três nigerianos viajaram aproximadamente 15 dias sem serem notados pela tripulação de um navio cargueiro que tinha como destino o porto de Santarém

A embarcação fundeou no porto alfandegado do município de Santarém na sexta-feira (10/02), com três nigerianos que não tinham documentação migratória regular. Por isso, foi aplicada multa, realizados termos de impedimento de ingresso dos imigrantes e firmado termo de compromisso com o proprietário.

Os imigrantes teriam embarcado clandestinamente no dia 24 de janeiro, na Nigéria, e foram descobertos na pá do leme da embarcação no dia 5 de fevereiro, durante parada em Macapá, no Amapá.

Os três embarcaram quase sem comida e água até serem encontrados. Desde então passaram a receber alimentação e água da tripulação. Ao chegarem em Santarém pareciam bem de saúde, mas ainda passarão por avaliação médica.

Em razão da entrada condicional dos imigrantes e do que determina a Lei de migração, os responsáveis pela embarcação se comprometeram a dar segurança, alimentação, assistência médica e hospedagem aos estrangeiros. Também devem providenciar a documentação deles e repatriá-los, com ajuda da Embaixada Nigeriana, pagando a passagem de volta de todos e arcando com os custos da escolta.

O navio chegou a Santarém para buscar carga de soja e deve seguir viagem dentro de uma semana. Já os nigerianos, partem assim que estiver regular toda a documentação e a passagem aérea.

Fonte: Portal Plantão 24horas News

RELACIONADOS

Mais Visualizados