terça-feira, abril 23, 2024

Representantes dos garimpeiros independentes do Tapajós se reúnem com autoridades em Brasília

As reuniões foram marcadas como acordo firmado durante a manifestação realizada no distrito de Campo verde, no Sudoeste do Pará. Onde os garimpeiros fecharam a BR 230 como forma de protestar contra as ações dos órgãos de fiscalização ambiental.

Uma comissão foi até Brasília, onde já reuniu com várias autoridades de diversos seguimentos do governo federal, a classe busca uma forma de regularizarem as atividades garimpeiras na região do Tapajós.

As principais pautas de reivindicação dos garimpeiros são: A legalização da extração de ouro e revisão das maneiras repressivas dos órgãos ambientais durante as ações de fiscalização na região, como por exemplo a não destruição de máquinas e equipamentos dos garimpeiros.

A primeira reunião em Brasília aconteceu dia 22 deste mês no ministério de minas e energia, onde os representantes dos garimpeiros levaram ao conhecimento do Governo Federal os problemas causados pela fiscalização truculenta na região garimpeira do Tapajós.

Representantes dos Garimpeiros reunidos na Confederação Nacional de Mineração/ Fonte: Reprodução Internet

Na confederação nacional de mineração os representantes da classe garimpeira foi bem recebida e o superintendente do órgão se colocou à disposição para atender as demandas do setor mineral.

Ao longo da semana outras reuniões foram realizadas, no dia 23, os representantes dos garimpeiros no ministério da justiça, ainda no dia 23 outra reunião aconteceu no ICMBIO, ontem teve uma nova reunião no ministério da justiça, todas com o objetivo defender os trabalhadores da mineração.

Com o protocolo da carta aberta aos ministérios do governo federal e advocacia geral da união, os representantes dos garimpeiros esperam que o mais breve possível possam ter uma resposta favorável aos trabalhadores da mineração que atuam na região do Tapajós e em outras regiões do País.

 

Fonte: Plantão 24Horas News

RELACIONADOS

Mais Visualizados