quinta-feira, maio 23, 2024

Reunião discute a elaboração do plano de saneamento básico para o município de Itaituba

Na última terça-feira (18), ocorreu, no Bairro São Tomé, em Itaituba (PA), uma reunião na qual foi discutido a elaboração do plano municipal de saneamento para o município, o que, conforme a Lei 11.445/2007, é obrigatório.

Um dos objetivos do encontro foi levantar um diagnóstico do saneamento básico no município, verificando as deficiências e necessidades. Segundo informações, alguns dos próximos encontros irão acontecer nos bairros São José e Floresta, bem como no Distrito de Campo Verde.

De acordo com Kelison José, presidente do bairro, o momento foi oportuno para os moradores apresentarem suas demandas e sanarem dúvidas quanto ao plano. “Primordial para o bairro. Nós, enquanto presidente, estamos fazendo nossa parte estamos trazendo o pessoal para dar palestra e estar ouvindo cada morador para contar sua realidade. Esse é o primeiro passo que nós estamos dando ao nosso bairro, que é trazer água potável de qualidade […]”, disse.

Conforme reforça Anderson Silva, Engenheiro Sanitarista e Ambiental, o saneamento básico está direcionado à saúde. Portanto, faz-se necessário investimentos para o setor. “O saneamento básico está direcionado à saúde. Costumo dizer que é inversamente proporcional. Quando eu tenho um maciço investimento em saneamento básico, eu tenho menos pessoas adoecendo”, destacou.

“Quando eu tenho um baixo investimento em saneamento básico, eu tenho uma população que mais adoece. Todos temos que estar unidos nesse propósito. A gente cobra apenas do gestor público, mas nós, como comunidade, não fazemos a nossa parte. Sem dúvida alguma, é o plano municipal de saneamento do município. É obrigatório pelo município, instituído pela Lei 11.445/2007, e todo município precisa ter”, complementou.

Fonte: Plantão 24horas News.

RELACIONADOS

Mais Visualizados