segunda-feira, maio 27, 2024

Dose de reforço aumenta proteção contra morte pela ômicron em 95%, sugere estudo

Um estudo divulgado na última semana pelo governo do Reino Unido indica que o reforço vacinal contra o coronavírus reduz as chances de uma pessoa morrer após infecção pela variante ômicron em até 95%. Além disso, o estudo estima que os riscos de hospitalização caem entre 75% e 95% com uma nova dose.

Os dados fazem parte do acompanhamento da vacinação no Reino Unido, que foi divulgado na última quinta-feira, 27, considerando dados de pessoas com 50 anos ou mais e doses de reforço aplicadas com as vacinas da Pfizer e da Moderna.

Segundo a agência, quem tomou qualquer vacina contra a covid-19 há 6 meses têm uma proteção de 60% contra a morte pela variante ômicron. Mas, com o reforço completo, a proteção sobe para 95% em até duas semanas. A ministra das Vacinas do Reino Unido, Maggie Throup, declarou que “Um reforço da vacina é absolutamente crucial para aumentar sua imunidade contra a variante ômicron”, afirmou.

Com informações do Poder 360

RELACIONADOS

Mais Visualizados