terça-feira, maio 21, 2024

Entidades se reúnem e arrecadam mais de 300 cestas básicas em Itaituba

Uma parceria entre Faculdade de Itaituba (FAI), Ministério Público, Exército Brasileiro, Defensoria Pública e Fórum da Comarca de Itaituba arrecadou mais de 300 cestas básicas, as quais serão distribuídas a famílias carentes do município de Itaituba (PA).

De acordo com Cleidson Nascimento, acadêmico de Direito da FAI, a iniciativa também faz parte de um projeto por meio do qual foi apresentada ao Magistrado da Comarca uma proposta. “Foi apresentado ao Magistrado da Comarca, onde todas as sentenças definidas tivessem cestas básicas, para que a gente pudesse distribuir em Itaituba, neste Natal”.

Ao todo, foi adquirida cerca de 1 tonelada de cestas básicas. Foto: Weslen Reis/Plantão. 

O projeto será executado, neste domingo (12), em alguns bairros do município, com o apoio, além das entidades supracitadas, da ONG Quero Doar, a qual já possui algumas famílias dos bairros Jacarezinho, Maria Magdalena e Morro do Macaco cadastradas em seu banco de dados.

No entanto, Cleidson pontua que será feito um levantamento, a fim de averiguar se, no momento, elas estão realmente em situação de vulnerabilidade financeira. “O levantamento é para verificar se realmente elas estão em vulnerabilidade, para que, no domingo, nós consigamos fazer a entrega em um ponto estratégico […]”.

Foto: Weslen Reis/Plantão.

Para Abel de Sá Almeida, Diretor Geral da FAI, a parceria entre as entidades é uma forma de unir forças e tentar amenizar o problema da fome. “É uma parceria muito grande essa parceria com o Judiciário, com o Ministério Público… Todo mundo junto para tentar, de alguma forma, tirar a fome de algumas pessoas…”, disse.

“… Nós sabemos que é difícil, mas você vê que foi rápido para a gente conseguir essa quantidade de 6 toneladas de alimentos. A gente fica contente demais. O Natal tá aí, e a gente chegar na casa do cidadão que precisa e levar pelo menos uma sexta básica. É uma honra muito grande essa parceria”, complementou.

Conforme o Dr. José Filho, Juiz da Comarca de Itaituba, a ação faz parte de acordos trazidos pela legislação inovativa de 2019. “Nós iniciamos com os acordos de não percepção penal. Esses acordos foram trazidos pela legislação inovativa de 2019, que é chamado de pacote anticrime. Os acordos de não percepção penal permitem crimes de menor potencial ofensivo e que não envolva violência grave ameaça e sejam transformadas em alimentos, prestação de serviço à comunidade […]”.

Tibério Lira, Comandante do 53º Batalhão de Infantaria e Selva (53º BIS), realça que a atividade materializa o brado do Exército Brasileiro. Ele destaca que, no ano passado, a entidade também esteve envolvida em ações similares.

“É a materialização do brado do nosso Exército Brasileiro, que é o ‘braço forte e a mão amiga’. Esse ato do Poder Judiciário que materializa a mão amiga do Exército. Como eu falei, ano passado nós realizamos 6 campanhas junto ao público interno do batalhão. Campanha de arrecadação de alimentos e brinquedos para diversas crianças […]. É gratificante fazer o bem”!

Luiz Gustavo, Defensor Público, destaca que a ação é relevante para o município de Itaituba e enfatiza que a Defensoria Pública sempre tem buscado realizar atividades do tipo.

“É importante que esses eventos aconteçam mais em Itaituba. É uma das questões que a própria Defensoria Pública tem buscado alcançar. Cada vez, um número maior de pessoas que estão em situação de vulnerabilidade econômica, social e estrutural…”.

“Nos últimos meses, a gente tem verificado muito em Itaituba. Aqui é uma forma de ponderar com o Poder Público Municipal e demonstrar que não é uma responsabilidade somente do poder público, mas de toda a sociedade”, finalizou.

Fonte: Plantão 24horas News.

RELACIONADOS

Mais Visualizados