segunda-feira, maio 27, 2024

Mãe de paraense morta na França quer trazer corpo da filha de volta

A mãe de Beatriz Souza, paraense que foi encontrada morta na França, na madrugada do último dia 7, pretende trazer o corpo da filha de volta ao Pará. Dona Vilma Souza comentou esse desejo, com exclusividade à Redação Integrada de O Liberal, que iria contra a vontade da moça. Ainda viva, ela havia manifestado o desejo de ser sepultada na Europa quando morresse. Até então, o desejo dela seria acatado.

No entanto, o traslado de um corpo da França ao Pará é caro e isso não tem sido fácil para dona Vilma processar. Ela contou que não tem recebido muitas informações sobre o andamento do caso na França, que está sendo acompanhado por uma amiga da moça que também é brasileira e se chama Patrícia. A Redação Integrada de O Liberal tenta contato com Patrícia.

“Ela [Patrícia] disse que as coisas lá são lentas e que tudo é sigiloso. Ninguém da polícia entrou em contato comigo ainda e estamos todos muito tristes. Só um assessor parlamentar, de um deputado daqui, que disse que ia encaminhar uma documentação para o Itamaraty para ver se consegue algum apoio. Mas só isso. Ela disse que queria ficar lá, mas seria melhor trazer para cá”, conta dona Vilma.

A Redação Integrada  também tenta contato com o Ministério das Relações Exteriores (MRE), após a Polícia Federal, por nota, dizer que não tem nada a dizer sobre o caso.

Com informações Oliberal

RELACIONADOS

Mais Visualizados