ITAITUBA

MPF diz que menina de 11 anos estuprada em Santa Catarina já fez aborto

Shutterstock

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

A menina de 11 anos impedida de fazer aborto após estupro em Santa Catarina conseguiu realizar o procedimento de interrupção de gestação na quarta-feira, 22. A informação foi divulgada pelo Ministério Público Federal (MPF) no final da manhã desta quinta-feira, 23.

Segundo o MPF, o hospital comunicou à Procuradoria da República, no prazo estabelecido, que foi procurado pela paciente e sua representante legal e adotou as providências para a interrupção da gestação da menor.

A menina foi vítima de estupro e descobriu que estava na 22ª semana de gravidez ao ser encaminhada a um hospital de Florianópolis, onde teve o procedimento de aborto negado, pois, no local, o procedimento só é realizado com 20 semanas e seria necessária uma autorização judicial.

Desde um despacho da juíza, a criança estava sendo mantida em um abrigo para evitar que fizesse um aborto autorizado. Somente na terça, a menina foi liberada para sair do abrigo e voltar à casa da mãe. Depois disso, a defesa da família da menina entrou com um habeas corpus no Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) para realizar o procedimento de interrupção da gravidez. O que ocorreu na quarta-feira.

Com informações do G1

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

RELACIONADAS

Conheça os maiores escândalos do futebol

O futebol é responsável por proporcionar sensações incríveis, bem como verdadeiros espetáculos. Porém de tempos em tempos somos surpreendidos com escândalos estarrecedores, como foi o