domingo, julho 21, 2024

‘Operação Carnaval 2022’ é deflagrada pela Segup em mais de 50 localidades do Estado

Dois mil agentes de segurança estarão envolvidos na operação ‘Carnaval’, que será deflagrada na próxima sexta-feira (25) em todo o estado. Desenvolvida pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), juntamente com os órgãos de segurança da esfera estadual e municipal a operação terá atividades ostensivas, preventivas e de fiscalizações durante o período do feriado prolongado. O objetivo é garantir maior segurança aos frequentadores e turistas que buscam as localidades do interior do Pará, além de fazer cumprir as determinações do Decreto nº 2.044, que estabelece a Política de Vacinação em combate a Covid-19.  A operação finaliza na quinta-feira, 3 de março.

“Esse ano teremos, mais uma vez, um Carnaval diferenciado com algumas restrições estabelecidas pelo Decreto vigente em combate a Covid-19. Desta forma poderão funcionar festas, shows, desde que obedecida as regras determinadas, sobretudo, com a apresentação do passaporte vacinal que é fundamental para o ingresso em qualquer estabelecimento. Por outro lado é bom destacar que está proibido em todo o Pará a realização de festas fora dos ambientes privados, ou seja, carnaval de rua, trio elétrico e blocos. Estaremos também com o reforço de quase dois mil agentes, distribuídos nas principais localidades, todos atuando de forma integrada. Essa que é uma das maiores operações do Sistema de Segurança Pública, mobilizando um número de efetivo , maior para que possamos garantir segurança à todos que buscarem o interior do estado durante o feriado do carnaval”, ressaltou o secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Pará, Ualame Machado.

Foto: Elielson Modesto / Ascom Segup

Mais de 50 municípios ganharão reforço no policiamento e nas fiscalizações durante o período da operação. Entre eles estão; Salinópolis, Bragança, Barcarena, Cotijuba, Marabá, Parauapebas, Marapanim, Algodoal, Vigia, Colares, Tucuruí, Cametá, Porto de Moz, entre outros. A operação abrange também a Região Metropolitana de Belém, além dos distritos de Outeiro, Mosqueiro e a ilha do Combu.

O reforço no efetivo, nas localidades do interior, não comprometerá as ações policiais da Capital que também terá efetivo garantido para garantir um carnaval mais seguro, como explica o comandante geral da Polícia Militar do Pará, Coronel Dílson Júnior.

“Mobilizaremos boa parte do nosso efetivo para garantir um maior suporte nas principais regiões do estado, onde tradicionalmente a população se desloca nos períodos de feriado prolongado. Importante destacar que não haverá prejuízo no policiamento da capital, visto que, esse efetivo é retirado das funções administrativa, para que possamos fortalecer as regiões e manter as ações preventivas e ostensivas na Região Metropolitana de Belém.  A Polícia Militar estará atuando de forma conjunta com os demais órgãos de segurança nas ações realizadas por todo esse período e assegurando assim um policiamento eficaz e uma diversão mais tranquila a todos”, pontuou o Coronel.

Foto: Rodrigo Pinheiro / Ag.Pará

Balneários – A Segurança Pública ativará seu Centro Integrado de Comando e Controle nas praias e balneários mais procurados pelos turistas nesse período. A movimentação contará com fiscalização 24h para garantir mais segurança e tranquilidade a todos durante o Carnaval.

Equipes do Corpo de Bombeiros Militar já estão em deslocamento para fortalecer as ações de segurança nos balneários e praias do estado. “Nós estamos com 297 militares Bombeiros entre guarda-vidas que nós chamamos de especialista em proteção balneária e de socorristas especialistas em suporte básico de vida. Além da proteção balneária, estaremos com mais oito unidades de resgate dando suporte nos principais municípios e também nas estradas de acesso as localidades mais procuradas” frisou o coronel Jaime Benjó sub comandante Geral e chefe do Estado Geral do Corpo de Bombeiros.

Salinópolis – Em Salinas o Centro de Comando será instalado na entrada do atalho da Sofia, na praia do Atalaia. Nele estarão presentes representantes dos órgãos de segurança do Estado, além do centro de monitoramento eletrônico, de onde serão monitoradas as câmeras de segurança do Centro Integrado de Operações (Ciop) distribuídas nos principais pontos da região de Salinópolis, a fim de, inibir e coibir a criminalidade na região.

Este ano o Centro Integrado de Salinas contará ainda com um espaço especifico para o registro de ocorrências, com objetivo de agilizar o atendimento e dar maior celeridade nos registros de menor potencial ofensivo.

“A Polícia Civil está em sintonia com todos os outros órgãos de segurança. Estaremos reforçando não apenas as nossas unidades policiais como também compondo, junto com os demais órgãos, a fiscalização para o cumprimento do Decreto e as demais atividades. Uma equipe do Diretoria de Polícia Administrativa estará percorrendo os estabelecimentos, a fim de, realizar as fiscalizações necessárias, especialmente nas regiões mais procurados do Estado”, falou o delegado geral da Polícia Civil, Walter Resende.

Foto: Rafaela Silva / Ascom PCPA

O trânsito na praia do Atalaia também contará com um esquema de ordenamento do fluxo para garantir mais segurança aos banhistas que buscarem o local para seu entretenimento.

O distrito de Mosqueiro, também contará com o Centro Integrado de Comando, em parceria com a Guarda Municipal de Belém, de onde serão monitorados os principais pontos do distrito e adjacências.

Serão montadas barreiras de fiscalização de trânsito nas principais rodovias do estado, a fim de evitar acidentes e prevenir os motoristas.

“Temos uma atenção maior voltada para o distrito de Mosqueiro na rodovia PA-439, por apresentar maior registro de ocorrências. Nossas equipes estarão com um posto de fiscalização permanente, onde também estaremos atuando na operação Lei Seca, em conjunto com a polícia militar e a polícia civil, que será intensificada nesse período”, falou o coordenador de Operações do departamento de Trânsito do Estado, Ivan Feitosa.

A Polícia Cientifica também estará presente. “Ela vai atuar nos municípios e localidades, tais como, Salinas, Mosqueiro, Icoaraci e Marudá com um quantitativo de peritos criminais para atender as regiões e agilizara os procedimentos policiais. Teremos um médico legista em Salinas e outro em Mosqueiro para dar todo o apoio e reforças os atendimentos que necessitem desse serviço. Todo o nosso planejamento está sendo realizado para que possamos garantir um feriado tranquilo”, disse o diretor da Polícia Científica do Pará, Celso Mascarenhas

Fiscalizações e Penalidades – As equipes de segurança farão a fiscalização do decreto nº 2.044, com intuito de verificar se os estabelecimentos comerciais, tais como, bares, restaurantes e casas de show estarão exigindo o passaporte de vacinação, com o esquema vacinal completo. Os locais que desobedecerem a qualquer uma das determinações do Decreto estadual podem ser advertidos ou até mesmo sofrer multas, de maneira progressiva. A multa é diária, de até R$ 50 mil para pessoas jurídicas, a ser duplicada a cada reincidência, e R$ 150 para pessoas físicas – Microempreendedor Individual (MEI), Microempresa (ME) e Empresa de Pequeno Porte (EPP), a ser duplicada a cada reincidência, além de embargo e/ou interdição do estabelecimento.

Integração – Participarão da Operação, as polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Departamento de Trânsito (Detran), Polícia Científica do Pará, Secretaria de Administração Penitenciária do Pará (Seap), Grupamentos Fluvial (GFlu) e Aéreo (Graesp) de Segurança Pública e Centro Integrado de Operações (Ciop), Guardas Municipais, órgão de fiscalização de trânsito municipais, além da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos (Arcon).

Por Walena Lopes (SEGUP)
RELACIONADOS

Mais Visualizados