sexta-feira, abril 12, 2024

Operação conjunta das Polícias Civis do Pará e do Alagoas combate facções criminosas

Em Itaituba foi cumprido dois mandados de busca e apreensão

Na manhã desta quinta-feira (1), a Polícia Civil do Pará por meio das Diretorias de Polícia Especializada e de Polícia do Interior, deflagrou, em apoio à Polícia Civil do Alagoas, a “Operação Invisível”. A ação com o objetivo de desarticular facção criminosa com atuação em Alagoas, deu cumprimento a 20 mandados de busca e apreensão, 5 mandados de prisão e uma prisão em flagrante.

Para o delegado-geral de Polícia Civil do Pará, Walter Resende, ação reflete a dedicação das polícias em garantir a segurança da sociedade. “A colaboração exemplar entre as Polícias Civis do Alagoas e Pará na ‘Operação Invisível’ destaca-se como um modelo de eficiência e coordenação”.

“Essa ação conjunta não apenas desarticulou uma facção criminosa, mas também ressalta o comprometimento dessas forças de segurança em enfrentar o crime organizado de maneira eficaz trazendo mais segurança para a população”, avaliou o delegado-geral de Polícia Civil do Pará, Walter Resende.

Com uma abrangência nacional, a operação se estende à Região Metropolitana de Belém e aos municípios de Itaituba, Barcarena, Bragança e Santa Izabel, mobilizando mais de 80 policiais. Durante as ações também foram apreendidos 6 veículos.

“A operação busca a prisão e levantamento de provas contra integrantes de um grupo criminoso especializado na remessa de drogas dos Estados do Amazonas e Pará para o nordeste do Brasil. As prisões e apreensões representam um importante baque na estrutura do grupo”, avaliou o delegado Fausto Bulcão Diretor da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc)

O diretor-geral adjunto da PC de Alagoas também está no Pará acompanhando a operação. Pela PCPA também integram a operação equipes da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO); da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc); Divisão de Investigações e Operações Especiais (DIOE); e Divisão de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR).

Fonte: PCPA

RELACIONADOS

Mais Visualizados