quarta-feira, julho 17, 2024

Prisão de suspeito de desmatamento em Unidade de Conservação Federal

Operação policial resulta na prisão de indivíduo acusado de desmatar área significativa de floresta em reserva no Pará.

O crime ambiental aconteceu em 2019, na Unidade de Conservação Federal Reserva Biológica Nascentes da Serra do Cachimbo, localizada no sudoeste paraense. O suspeito de desmatar 644,11 hectares de floresta nativa na Reserva Biológica Nascentes da Serra do Cachimbo, em 2019, foi preso na última segunda-feira (10), pela Polícia Civil do Pará, que recebeu informações da Polícia Federal. A reserva é uma Unidade de Conservação Federal, criada em 2005, e está localizada nos municípios de Altamira e Novo Progresso, região sudoeste do Estado.

A prisão de Delcesar Pegoretti, de 50 anos de idade, ocorreu em cumprimento a um mandado de prisão expedido pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em junho de 2023, no município de Altamira. A área desmatada por ele corresponde a mais de 640 campos de futebol.

O suspeito estava em casa, no bairro Cachoeira da Serra, distrito de Castelo dos Sonhos, em Altamira. Segundo os policiais que participaram da operação, Delcesar não ofereceu nenhum tipo de resistência ao receber a voz de prisão.

Nesta última terça-feira (11) , Pegoretti passou por audiência de custódia virtual na Comarca de Novo Progresso. Na ocasião, a juíza de plantão, na decisão determinou a transferência imediata de Delcesar para a unidade prisional do município de Itaituba. A juíza ordenou que a prisão dele fosse comunicada ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

Fonte: Plantão 24horas News  – Repórter Queiroz Filho

RELACIONADOS

Mais Visualizados