segunda-feira, maio 27, 2024

Vídeo: Maquinários são destruídos durante operação policial próximo ao garimpo Mamãe Anã em Jacareacanga, PA

Uma área de extração de minérios, que seria de propriedade de um homem identificado pelo apelido “Galetão”, teve os equipamentos laborais destruídos durante operação da polícia. Segundo informações, a área fica localizada próximo ao Garimpo Mamãe Anã, em Jacareacanga.

Áudios espalhados no Whatsapp, afirma que cerca de 4 PCs  usada nos garimpos foram queimadas, além de girico, óleo e barracos.

 (EXPLOSÃO EM TEMPO REAL CLIQUE AQUI)

ASSISTA AO VÍDEO 

Forças policiais em Jacareacanga

Foto: Reprodução/PortalBuré

Na madrugada desta segunda-feira (14), agentes da Força Nacional, uma aeronave da Força Aére Brasileira (FAB) e helicópteros do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), e da Polícia Federal (PF), chegaram em Jacareacanga.

Segundo informações, com o aparato, vieram diversos veículos, visto que os agentes desses órgãos participarão de uma grande operação na localidade. A operação foi autorizada na última sexta-feira (11), pelo Ministério da Justiça, mediante autorização do Ministro Anderson Torres.

Foto: Reprodução/PortalBuré

A aeronave da FAB, além de levar agentes federais para a localidade, realizou o transporte também de equipes de apoio de solo, a qual estaria realizando a instalação de tanques de querosene para abastecimento de helicópteros que estão realizando operações em áreas garimpeiras, as quais durarão cerca de 30 dias.

A operação realizada na área de extração mineral do “Galetão”, já é uma das já realizadas pela equipe de policiais; além de outras que estão sendo desenvolvidas no Garimpo Mamãe Anã e áreas aos redores, às margens do Rio Tapajós.

Nota Ministério da Justiça.

A Força Nacional de Segurança Pública está sendo empregada em Jacareacanga (PA) em apoio à Polícia Federal nas ações de repressão ao garimpo ilegal e demais crimes ambientais no Estado do Pará, nas atividades e nos serviços imprescindíveis à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, em caráter episódico e planejado, pelo período de trinta dias, a contar de hoje (14), conforme PORTARIA MJSP Nº 24, DE 11 DE FEVEREIRO DE 2022.

A missão é capitaneada pela Polícia Federal, cabendo ao efetivo da Força Nacional, no momento, a segurança das instalações e a logística necessária.

Com informações do Portal Buré – Jornalista Anderson Pantoja

 

RELACIONADOS

Mais Visualizados