quinta-feira, maio 23, 2024

Caso Yasmin: Justiça do Pará nega habeas corpus a piloto da lancha; defesa diz que vai ao STJ

O Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) negou o pedido de habeas corpus pedido pela defesa do empresário Lucas Magalhães, piloto e dono da lancha do caso Yasmin Cavaleiro.

O pedido foi julgado na última segunda-feira, 28, em sessão transmitida por videoconferência, e presidida pelo desembargador do TJPA, José Roberto Pinheiro Maia Bezerra Júnior, e foi negado por unanimidade.

Após a decisão, a defesa do dono da lancha informou que vai recorrer ao Supremo Tribunal de Justiça (STJ) para reverter a situação.

“Foi negada inicialmente a liminar, e segunda-feira o mérito do mesmo habeas corpus. Mas vou ingressar com recurso ordinário constitucional perante o STJ”, afirmou o Dr. Antônio Tourão, advogado de Lucas.

Com informações RomaNews

RELACIONADOS

Mais Visualizados