segunda-feira, maio 27, 2024

Diga Mais Podcast – 24º Episódio: “Mulheres de fibra: o meio ambiente em minha vida”

Convidada foi a Embaixadora do Instituto Lixo Zero Brasil, Raianda Nunes. ASSISTA!

O tema do 24º Episódio do Diga Mais Podcast foi “Mulheres de fibra: o meio ambiente em minha vida”. O apresentador Ewandro Araújo, desta vez, entrevistou a Embaixadora do Instituto Lixo Zero Brasil, Raianda Nunes.

Como já estamos próximo do Dia Internacional da Mulher, o programa começou abordando a temática, reforçando o papel e espaço da mulher na sociedade. Vale destacar que as mulheres têm obtido diversas conquistas ao longo dos anos, como equiparação salarial e profissões que, antes, eram tidas como algo somente para homens, por conta, principalmente, de preconceitos enraizados.

Em se falando de espaço conquistado pelas mulheres, Raianda destacou seu trabalho perante ao Instituto Lixo Zero, bem como realçou o que a despertou interesse pela área ambiental. “Desde muito pequena, eu pegava os animais na rua e levava para medicar. Minha mãe brigava. Eram muitos que eu trazia dentro de casa para cuidar. Eu sempre gostei de árvores, de peixes e da natureza […]”, disse.

“… Há 15 anos atrás, eu montei uma empresa que se chama Eco da Floresta, uma empresa de Consultoria Ambiental. Aí, dentro dessa empresa, eu tracei a meta que eu faria contrapartida socioambiental e seria Educação Ambiental com criança. Então, eu atuou também como educadora ambiental nas escolas. As escolas convidam, e eu vou nas escolas e faço a Educação Ambiental com as crianças […]”, complementou.

Além disso, reforçou o papel da sociedade em relação ao descarte correto de lixo. Ela reforça que o lixo é uma responsabilidade compartilhada; isto é, o destino correto dos resíduos não é somente do poder público, e sim de todos.

“O lixo é uma responsabilidade compartilhada. Ele não é responsável pelo meu lixo. Você é responsável pelo seu lixo, e eu sou responsável pelo meu lixo. O poder público tem essa responsabilidade, mas é compartilhada comigo. A responsabilidade do poder público é pegar o meu lixo e levar para o destino correto e levar para o destino correto, o que não acontece, pois vou dizer: temos um lixão na cidade, e não um aterro controlado.

“… Temos um lixão a céu aberto. Vivem pessoas lá. A gente já fez uma ação com os catadores. Mesmo que não tenha uma coleta seletiva dentro da cidade. Eu peço já a quem tiver ouvindo a separar o teu lixo, mesmo que a gente não tenha uma coleta, porque isso vai facilitar a vida dos catadores. Eles pedem para a gente fazer isso […]”, finalizou.

(Informações e detalhes completos podem ser conferidos na íntegra. O programa está disponível nas principais plataformas digitais do Portal Plantão 24horas News (Clique no You TubeFacebook ou ouça no Spotify).

Fonte: Portal Plantão 24horas News

RELACIONADOS

Mais Visualizados