ITAITUBA

Neste domingo (01) foram enterrados os corpos dos três caçadores encontrados na área indígena

Corpo dos três caçadores/ Fonte: Plantão 24Horas News

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

O três corpos foram encontrados enterrados no último sábado (30) na terra Indígena Parakanã, situada próximo a Novo Repartimento na região sudoeste do Estado do Pará.

O morte dos três caçadores chocou a cidade de Novo Repartimento, eles estavam desaparecidos desde o domingo dia 24.

Crédito: Reprodução/Redes Sociais

Cosmo Ribeiro de Sousa, José Luis da Silva Teixeira e Willian Santos Câmara foram mortos, e testemunhas que acompanharam o resgate dos cadáveres garantem que houve tortura. “Os índios judiaram demais dos meninos, o corpo deles estão todos arranhados de Paxiúba”. disse a testemunha por meio de áudio veiculados em redes social.

Momento em que os corpos foram resgatados/Fonte: Reprodução da internet

Os corpos dos caçadores foram velados na Câmara Municipal de vereadores de Novo Repartimento. Familiares e amigos se reuniram em grande comoção para o último adeus aos caçadores que eram bastante queridos na localidade, uma fila de carros e motos seguiram em comboio até o cemitério para os enterros.

Momentos em que as emoções dividiam as expressões entre aplausos, e gritos pedindo por “JUSTIÇA” marcaram a despedida final.

Entenda o caso

Os três caçadores teriam saído de casa para caçar no domingo (24) e não retornaram, desconfiados de que os jovens sem perceber tivessem entrando a Terra Indígena dos Parakanã, familiares acionaram a polícia. Depois de alguns dias sem respostas familiares e amigos dos caçadores em manifesto bloquearam a BR230, perímetro próximo a Novo Repartimento.

As famílias pediam providências quanto ao caso, após uma liminar da justiça autorizando a entrada da Policia Federal na TI, os corpos foram encontrados no último sábado (30) eles já estavam enterrados quando a forças de segurança os localizaram.

Os corpos foram reconhecidos, e passaram por exames para detectar as causas da morte, o laudo pericial deve sair em cerca de 30 dias. Os exames periciais foram realizados, no local, por peritos Criminais Federais do Pará e de Brasília, sendo que a necropsia e identificação dos corpos foram realizadas por médicos legistas da Polícia Científica do Pará.

A operação contou com o apoio da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros Militar, da Polícia Rodoviária Federal e da Força Nacional, envolvendo mais de 150 agentes de segurança nas buscas, desde foram acionados por conta do desaparecimento dos três homens.

Assista ao vídeo

Fonte: Portal Plantão 24horas News

Atenção: Dê o crédito caso copie nossa matéria!

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

RELACIONADAS